Mastercard anuncia o primeiro cartão com limite em criptomoedas

0
49

Na última quarta-feira, 13 de abril, a Mastercard anunciou uma nova parceria com a startup de cripto Nexo. Com isso, a empresa deve lançar um novo cartão de créditoque pretende ser o primeiro do mundo com limite com garantia em criptomoedas.

Segundo palavras das empresas próprias, o novo produto ou primeiro cartão de pagamento do globo com “suportado por cripto”. Então, para saber mais, confira a seguir.

É que você provavelmente também gosta:

Como investir em criptomoedas no C6 Bank

Itaú distribui seu primeiro fundo de criptomoedas

Promoção Mastercard e Inter: Participe da Inter Conectados

Mastercard anuncia o primeiro cartão de crédito com limite em criptomoedas

Dessa forma, em comunicado, o chefe de produtos e parcerias financeiras de criptomoedas e blockchain da Mastercard, Raj Dhamodharan, a empresa reconhece que “os ativos digitais estão revolucionando o cenário”. No momento, a novidade está disponível apenas na Europa e o cartão é único por si só ao não precisar que o consumidor venda as criptos ao fazer suas compras.

Portanto, criptomoeda ao invés de ser um simples cartão pré-pago com Bitcoin e cartões de crédito, o novo cartão da Mastercard oferece um limite de acordo com a quantidade em cripto depositada na Nexo do cliente. É uma espécie de CDB com mais limite.

Por fim, ainda de acordo com a Nexo, o novo cartão de crédito será utilizado por cerca de 92 milhões de comerciantes ao redor do mundo. Ou seja, qualquer lugar onde a Mastercard é aceita.

Além disso, o cartão não requer mensalidades, paga ou taxas de inatividade. Também não há conhecimento sobre quanto um cliente pode sacar ou gastar da linha de crédito aberto.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então não siga não canal do youtube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Contração muscular e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre Bancos digital, cartões de crédito, Financeiro, fintechs e relacionado ao mundo das finanças.

Imagem: Chinnapong / Shutterstock.com

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here