Praça da Apoteose tem show gratuito hoje de Jorge Aragão e Mart’nália

0
52

Hoje (16) a primeira edição do Festival Tim Music para Todos, com mostra em dois dados. Neste sábado, as apresentações são gratuitas e começam às 19h, na Praça da Apoteose, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. A segunda parte do festival será no próximo dia 30, com preços populares no Imperator – Centro Cultural João Nogueira, no Méier, zona norte carioca.

Não exposição de hoje se apresentar Jorge Aragão e Mart’nália. Logo após as apresentações, os artistas alternam um encontro simbólico, celebrando a primeira vez que se apresentam no palco. Com direção de Zé Ricardo, o encontro dos representantes de duas gerações será marcado por sucessos como Entretanto (Mart’nália) e Eu e Você Sempre (Jorge Ara), além de duetos que prometem surpreender o público. A perspectiva é reunir em torno de 12 mil pessoas.

Já no dia 30, às 21h, será a vez de Caetano Veloso retornar ao Imperator, após mais de últimos 25 anos de sua apresentação na casa de mostra do Méier, em um espetáculo de voz e violão, com ingressos a R$ 15 (inteira) e R$ 7,50 (meia). “A gente queria oferecer esse choque grande: levar um deus brasileiro da música para um subúrbio carioca e mostrar que todas as áreas precisam ser prestigiadas”, disse o idealizador do festival, Rafaello Ramundo, fundador do Novo Traço Entretenimento, que realiza o evento.

Caetano brindará o público com sucessos da carreira e novidades de seu álbum mais recente Meu Coco. Toda a renda fornecida será repassada para o Lar Anália Franco, instituição filantrópica centenária, que atende meninas carentes, no bairro do Rocha, também na zona norte do Rio.

Respeito e carinho

“É uma coisa feita com muito carinho. Tanto em Caxias, no dia 16, como no Imperator, no dia 30, a gente quer dar acesso à cultura, com muita estrutura, pontualidade. É uma questão de respeito e carinho para com a população”, disse Ramundo.

O Festival Tim Music Pra Todos tem a característica de apresentar mostra gratuitamente ou com preços populares de estrelas da música brasileira em periféricos, para todos os tipos de público. A renda é semper revertida para uma instituição de gestão. Como produtor, Rafaello Ramundo prioriza o público que não pode pagar para assistir mostra de estrelas da música nacional.

O festival tem patrocínio da operadora TIM e da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro, através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura.

A secretária de eventos Cultura e Economia Criativa do estado, Danielle Barros, enfatizou que o propósito da Lei Estadual de Incentivo à Cultura é levar eventos para todo o estado: “estamos diversificando a agenda de eventos, não só com mostra na capital, mas em outras cidades também. Nosso dever, enquanto poder público, é democratizar o acesso à cultura em território fluminense”, afirmou.


Saiba mais

+ Nova Montana: 3ª geração da picape da Chevrolet chega em 2023
+ Ômicron: Sintoma inesperado da emergência em crianças preocupações médicas
+ Vendedores do Mercadão de SP ameaçam clientes com golpe da fruta
+ Vídeo: Mãe é atacada nas redes sociais ao usar roupa justa para levar filho à escola
+ Horóscopo: confira uma previsão de hoje para seu signo
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ ‘Ictiossauro-monstro’ é descoberto na Colômbia
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Verificar o resultado
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identificação lula gigante responsável por naufrágio de navio 2011
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua


LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here