Implante na coluna pode pacientes com Parkinson a voltar a andar

0
40

Um novo estudo oferece esperança para pacientes com uma doença de Parkinson em estado avançado pode voltar a andar e ter uma noite de sono completa.

O estudo foi publicado por pesquisa franceses no New England Journal of Medicine na última semana. Nele, os pacientes pesquisados ​​descobriram que um implante na espinhal pode ajudar com Parkinson avançado a voltar a andar.

publicidade

Pessoas que sofrem com a doença de Parkinson muitas vezes tem dificuldades para poucos passos e até mesmo para dormir. A doença degenerativa atinge milhões de pessoas em todo o mundo. Ela vai aos poucos degenerando como funções motoras de muitas vezes, mas em treinamento mais avançados à cama ou às rodas de muitas vezes.

Esse sintoma da doença é causado pela hipotensão ortostática: quando a pessoa se levanta, a pressão arterial cai, o que causa tontura e até mesmo desmaio. As pessoas com Parkinson sofrem a condição de um regulador em seus cérebros, responsável por garantir o fluxo sanguíneo suficiente para a cabeça quando nos levantamos, acabando sendo interrompidos.

É aí que entra o estudo dos pesquisadores. No começo, os neurocirurgiões Jocelyne Bloch e Gregoire Courtine descobriram um implante na medula espinhal foi capaz de fazer três pessoas para voltarem a andar.

O implante também foi testado em uma mulher de 48 anos, que não tem a doença de Parkinson, possui mas tem sintomas tão semelhantes com uma doença, como uma hipotensão ortostática, que chegou a ser diagnosticada com Parkinson. Antes de receber o implante, a mulher em questão desmaiava após alguns poucos passos.

Mas, três meses depois da cirurgia, ela conseguiu caminhar mais de 250 metros com a ajuda de um andador, afirmou o estudo. “Ela não está curada, ela não correria uma maratona, mas esta cirurgia claramente melhorou a qualidade da vida dela”, a neurocirurgiã Jocelyn Bloch disse à agência de notícias AFP.

O que o implante faz em pessoas paralisadas é imitar os pulsos elétricos pelo cérebro para os músculos, o que causa a reconexão do que havia sido rompido. Já para pessoas com hipotensão ortostática, comum em quem tem Parkinson, o implante o regulador no cérebro que sente a necessidade de enviar mais sangue quando esperamos em pé.

Leia também!

A sintomatologia comum entre as pessoas que sofrem com Outro Parkinson é a solução e o estudo também oferece uma possível, ou pelo menos algo para melhorar a qualidade de vida dessas pessoas. O sono pode ser controlado pelos pacientes que têm esses tremores incontroláveis, o que os acorda, mas também existe um outro fator, a.

Assim, o estudo de um dispositivo similar a uma bomba insulinaque fornece apomorfina o suficiente durante a noite para ajudar a resolver o problema da insônia.

Através da AFP

Já assistu aos novos vídeos no Youtube do Olhar Digital? inscreva-se no canal!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here