Advogado deixa defesa de Gabriel Monteiro: “Para me preservar”

0
33

[ad_1]

Rio de Janeiro- O advogado Sandro Figueiredo anunciou neste sábado (16/4) que deixou a defesa do vereador Gabriel Monteiro (PL) Em entrevista a um canal do YouTube, ele disse que tomou a decisão a pedido de seu cliente.

“Por opção dele, para que ele pudesse me preservar, eu não mais atuarei nos processos criminais dele. Atuarei somente como assessor parlamentar e auxiliando o advogado ou a advogada que vai assumir o processo”, disse.

0

Durante as investigações do caso de seu cliente, o passado do advogado como PM e as acusações contra ele de ex-mulheres vieram à tona.

Sandro Figueiredo é acusado de estelionato e de violência contra duas ex-companheiras. Os casos aconteceram em 2020 e 2021, e as duas prestaram queixa em delegacias diferentes.

As vítimas disseram que Sandro desferiu contra elas socos, tapas e pontapés. Uma delas acusou o advogado também de estelionato, após ele ter passado seu carro para o nome dele sem a autorização da mulher.

No vídeo, o advogado comentou as acusações e negou todas elas:

“Que bom que eu estou sendo investigado por estelionato. Não estou nem sabendo, mas que bom. Que essa investigação seja séria. Sobre as acusações de duas mulheres, primeiro que foi uma só, que fez dois registros, a mãe do meu filho. Um deles eu já fui absolvido e o segundo sequer teve uma primeira audiência, o processo está ainda em fase de conhecimento”, explicou o advogado.

Nas redes sociais, antes do anúncio do advogado, Gabriel Monteiro disse que Sandro é seu advogado desde seus primeiros anos como PM. Disse que o advogado foi preso, mas foi absolvido pelas acusações:

“Quase duas décadas passadas ele foi preso, mas conseguiu provar sua inocência. Seu sofrimento foi motivação para virar doutor e hoje é uma das maiores referências no direito militar”, disse Monteiro.

[ad_2]

Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here