Por que o Inter (BIDI11) despenca mais de 5% nesta terça-feira? – Tempos de dinheiro

0
41

Ibovespa, Mercados, Ações
Queda livre: Inter despenca nesta terça-feira (Imagem: Diana Cheng/Money Times)

Como as unidades fazem Inter (BIDI11) despencavam 5,64%, cotadas a R$ 17,23, por volta das 13h18 do pregão desta terça-feira (12), liderando as quedas do Ibovespa (IBOV).

No mesmo momento, o principal índice da bolsa de valores subia 0,61%, após recuo de 1,16% do dia anterior devido à divulgação da inflação, que veio mais alta do que o esperado.

Em 2022, os papéis do Inter já acumulam uma queda de 40,46%. Só em abril, essa queda é de 19,76%.

Na noite de segunda-feira- sua instituição financeira prévia operacional do primeiro trimestre fazer ano. A instituição encerrou o período com 18,6 milhões de clientesum salto de 82% sobre o mesmo trimestre de 2021.

Além disso, o volume de transações com cartões cresceu 86% na mesma comparação, e encerrou março com um acumulador de R$ 14,1 bilhões.

Mas, afinal, por que as ações estão em queda?

Por que as ações caem?

Segundo Luiz Carlos Corrêa, sócio e especialista da Nexgen Capital, o Inter continua focando na expansão da abertura de contas, apesar de uma expansão menor no último trimestre frente ao aumento de 106% no 1T21. No entanto, o grande desafio do banco é monetizar em cima destas novas contas.

“A baixa originação de crédito, o aumento de inadimplência ea estagnação de clientes para investimentos”, mostram essa dificuldade de monetização afirma Corrêa.

No trimestre, como concessões de crédito subiram em ritmo bem menos intenso que os números anteriores, embora ainda na casa de dois dígitos: 22% sobre o início do ano passado, somando R$ 4,5 bilhões.

O especialista explica que as ações do banco caem mais de 5%, porque, com uma prévia operacional, os investidores questionam a possibilidade de rentabilidade do banco no médio e longo prazo.

Além disso, o cenário macroeconômico “difícil”, segundo Corrêa, com o aumento da taxa de jurospode trazer um resultado ainda pior para o banco em crédito e inadimplência nos próximos meses.

Isenção de responsabilidade

O Money Times publica de cunho jornalístico, que visa a democratização da informação. Nossas publicações devem ser compreendidas como boins divulgadores e não como divulgadores de investimentos.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here