Tapa de Will Smith em Chris Rock e 4 momentos marcantes do Oscar

0
77

O Prêmio da Academia de Cinema, mais conhecido como Óscaré uma premiação realizada em 1929. A cerimônia, que premia os melhores filmes, de todas as categorias que envolvem o cinema, é uma das mais midiáticas do mundo.

Embora o Oscar já exista há décadas, a premiação ainda surpreende todos os anos. O Oscar 2022 não foi diferente. Como o repórter de entretenimento da BBC, disse: “este Oscar será sempre lembrado pelo momento em que Will Smith agrediu Chris Rock”. Mas esse foi o único momento marcante da premiação. Falamos aqui alguns pontos marcantes do Óscar 2022.

1 – Tapa de Will Smith

NSC total

Antes de apresentar o Óscar De melhor documentário, o comediante Chris Rock começou a fazer seu introdução de discursos com casais famosos que estavam na placa, como por exemplo, Javier Barden e Penelope Cruz. Em seguida, ele fez uma piada sobre a esposa de Will Smith.

“Jada, mal posso esperar por ‘Até o Limite da Honra 2′”, disse Rock. A piada era uma referência ao filme “Até o limite da honra”, filme em que Demi Moore raspou o cabelo. Contudo, Jada estava com o cabelo raspado por conta de uma condição que provoca a queda de cabelo.

O ator apareceu no vídeo rindo, ele se sentiu ao palco e deu um tapa no rosto de Rock. “Nome da minha esposa para sua boca”, M. Smith.

“Uau, era uma piada com ‘Até o Limite da Honra’, cara”, respondeu Rock.

Mas Smith voltou a falar para ele não falar sobre Jada. A priori, todos pensados ​​que poderiam ser uma brincadeira combinada entre os dois. Só que logo a seriedade foi notada pelos palavrões falados no ar. Tanto que a ABC, emissora que transmite o Oscar, cortou a transmissão ao vivo.

2 – Vitória da Apple na Netflix

BBC

O Oscar de Melhor Filme sempre premia o árduo trabalho de grandes estúdios de cinema, mas com a mudança dos tempos atualmente, ele é uma disputa entre gigantes da tecnologia.

Tanto que os filmes disputam pelo prêmio esse ano tinha da Apple e da Netflix. Quem levou a melhor foi a Apple, com o filme “CODA – No Ritmo do Coração”. O longa mostra a vida de uma jovem de uma família com problemas auditivos.

Com isso, a Apple se tornou o primeiro streaming a ganhar o Oscar de Melhor Filme, feito que a Netflix tenta há anos.

3 – Ator surdo premiado

BBC

Recebendo o Oscar de Melhor Ator Coadjuvante, Troy Kotsur se tornou o segundo prêmio ator surdo a ganhar o. Ele foi premiado por ritmo do seu coração”, e em seu “educado sobre o prêmio “à comunidade com deficiência”. “Este é o nosso momento”, disse ele.

4 – Terceira mulher a ganhar Melhor Direção

BBC

O filme com mais que longe no Oscar era “Ata dos cães”, o filme da Netflix. Ele era tido como o favorito desse ano, mas venceu apenas uma categoria, a melhor diretora.

Quem levou o prêmio foi a neozelandesa Jane Campion. Assim, ela se tornou a terceira mulher ao Oscar melhor nos 94 anos da premiação. Em 1993, Jane tinha sido nomeada à categoria, mas que foi aquele que Steven levou o Oscar para casa Spielberg, por “A Lista de Schindler”.

A primeira mulher a ganhar o prêmio foi Kathryn Bigelow, pelo filme “Guerra ao Terror”, em 2009. Depois dela, em 2021, foi a vez de Chloé Zhao pelo filme “Nomadland – Sobreviver na América”.

5 – Primeira negra queer a ganhar uma estatueta

BBC

A atriz Ariana DeBose, que interpreta Anita na refilmagem de “Amor, Sublime Amor”, foi a primeira atriz abertamente queer a ganhar um Oscar. Ela recebeu o prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante.

“Imagine essa garotinha no banco de trás de um Ford Focus branco. Olhe nos olhos dela, uma mulher de cor afro-latina da arte que descobriu sua força na vida. E é isso que estamos aqui para comemorar. Para qualquer um que já questione sua identidade, ou já se viu vivendo em espaços cinzas, garanto que há um lugar realmente para nós”, disse ela.

Fonte: BBC

Imagens: BBC, NSC total

Esse conteúdo Tapa de Will Smith em Chris Rock e 4 momentos marcantes do Oscar foi criado pelo site Fatos Desconhecidos.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here