Smart TV: qual o tamanho ideal de aparelho para cada ambiente? | Tecnologia Sua Casa Mais

0
49

Quanto maior a TV, melhor a experiência para ver filmes, séries, esportes e jogar videogame, certo? Nem sempre. O Shoptime explica como você encontra o tamanho ideal de SmartTV para sua sala, quarto e os outros ambientes da sua casa, para ver todo o potencial do equipamento.

Ter uma TV pode causar muito desconforto e muito desconforto, cansaço e beleza dos olhos, perda da visão e visão da nitidez.

Era falar do Screen-Door comum, o efeito de começar a discernir os pixels e as que separam, quando olha uma tela ou uma imagem até os anos mais perto. Mas isso foi muito reduzido com inovações e os novos tipos de tela OLED e mini LED.

Com a resolução 4K e 8K, como novas tecnologias de tela e funções como “Eye Comfort”, que regula o brilho para um nível confortável aos olhos, o espaço ideal entre a tela e o sofá ou a cama pode ser menor do que era recomendado aos olhos atrás .

Os fabricantes de Smart TVs e as grandes empresas de cinema, como a THX, afirmam que o ideal é que o espectador tenha uma tela em cerca de 40 graus do seu campo de visão.

Fiz uma média com uma estimativa de estimativa, para o lado geral das marcas Smart TV ao máximo, sem necessidade de movimentos com o pescoço para enxergar o outro da tela. Veja a seguir:

TV de 32 polegadas: mínimo 1,20m

TV de 40 polegadas: mínimo 1,50m

TV de 50 polegadas: mínimo 1,90m

TV de 60 polegadas: mínimo 2,20m

TV de 70 polegadas: mínimo 2,50m

TV de 80 polegadas: mínimo 2,80m

E quando se fala da altura da instalação da TV, o ideal é seguir a altura média dos olhos, sem forçar muito a cabeça para baixo ou para cima. Para uma sala, por exemplo, o importante é que o centro da tela fique entre 1,20m e 1,50m de altura. Para um quarto com cama box, que costuma ser mais alta, a altura será maior.

Uma dica bacana é evitar racks e móveis muito baixinhos, com menos de 45 cm de altura, e dar preferência a opções de paredes mais altas, suportes de paredes ou painéis reforçados, que aguentem o tamanho e peso da TV escolhida.

Falando isso, a escolha da nova TV, além do tamanho do ambiente, depende do local onde será instalado. É essencial lembrar que quanto maior a TV, maior precisa ser o móvel para sustentá-la ou maior precisa ser a parede e o suporte, com uma instalação bastante segura. Por isso, chame um profissional caso vá fazer a escolha na parede.

Para quartos pequenos ou para a cozinha, o mais indicado é como Smart TVs de até 0 polegadas, que vão ser protegidos sem problemas em móveis menores, como uma cômoda ou um balcão, ou instalados em um suporte na parede.

Uma TV de 32 a 40 polegadas também pode servir bem a um escritório ou home office, fazendo até mesmo a função de monitor.

Praticamente como TVs de até 40 polegadas no mercado, atualmente, são Full HD (1920×1080 pixels). Os aparelhos com resolução 4K (3840×2160 pixels) começam a aparecer mais a partir de 43 polegadas, a depender da marca. Já como Smart TVs com 50 polegadas ou mais são quase que exclusivamente de resolução 4K ou superior.

Se sua ideia é criar uma sala de cinema, para curtir filmes, séries, jogos e jogos, o limite é o tamanho do ambiente, como dissemos acima, e o valor que você pretende gastar.

Como TVs com display LED e resolução 4K Ultra High Definition (UHD), que vão de 40 até mais de 80 polegadas, é o segmento onde o grande cálculo de preço, exatamente, porque existem linhas com modelos mais básicos e mais avançados .

A diferença não está no ano de lançamento, no tipo de processamento, no processador das imagens e na disponibilidade de recursos, incluindo entradas, texto, etc. Pode haver também diferença no sistema operacional e de aplicativos. Por isso, o mais indicado é tentar comprar aparelhos com mais de dois anos de lançamento.

Os aparelhos mais caros com mais recursos, com compatibilidade com os diferentes dispositivos, com assistentes virtuais e podem funcionar como central de controle da casa inteligente.

Podem ter telas de 120 Hz, com imagem mais fluida e atualização mais rápida, ideal para os jogos mais modernos e para os consoles da nova geração; e chips que fazem um upscaling melhor das imagens.

As Smart TVs premium são os modelos com display com tecnologia Mini LED, QLED e OLED.

Nas TVs de Mini LED, cada LED líquido utilizado para iluminar a tela de cristal é substituído por cerca de 40 mini LEDs ou até mais. O resultado é um display com mais cores, brilho e contraste, inclusive nos pretos e cores escuras.

As TVs QLED contam com painel de LED e diodos emissores de luz com pontos quânticos. Um composto formado de pontos quânticos filtra a luz, brilho e intensidade de cor dos pixels para formar uma imagem, entregando mais volume de cor, mais brilho e qualidade de imagem mais próxima do real.

Algumas marcas combinam a tecnologia dos pontos quânticos com Mini LEDs, para competir no mercado, especialmente, como telas de OLED, que são as mais caras e mais avançadas.

A tela de OLED é por LEDs orgânicos que emitem a própria luz. Os pixels acendem um a um quando estimulados por impulsos elétricos. A tecnologia possibilita TVs superfinas e de ângulos de visão mais abertos, com alto brilho, contraste infinito e cores puras, inclusive em tons escuros, já que o preto é formado por pixels totalmente desligados.

Visite o Shoptime para conhecer diversas opções de Smart TV e pesquise como TVs em promoção. Baixe o app do Shoptime para receber ofertas exclusivas e acompanhar suas entregas.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here