Primeiro atraso do Boletim Focus

0
46

Crédito: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Banco Central nem atrasou o atraso. Afinal ele pela tartaruga só ocorreu por causa de uma “operação” feita pelos funcionários do Banco Central (Crédito: Marcello Casal Jr./Agência Brasil)

Todas as segundas-feiras, pontualmente às 8h30 da manhã, o Banco Central divulga seu tradicional Boletim Focus. O documento traz economia como estimativas de analistas a respeito dos principais indicadores da economia brasileira, como inflação, atividade econômica, juros entre outros. O relatório serve mais ou menos como uma bússola para o mercado financeiro para saber o que esperar na semana que começa. Mas algo mudou no dia 21 de março. O relógio marcava 8h30 e nada aconteceu. Conforme o tempo certo, pairava no ar a dúvidas sobre se o documento sairia ou não. Pouco mais de meia hora depois ele acabou sendo divulgado.

O banco nem atrasou o atraso. Também não tinha muito o que falar. Afinal, ele desde então só aconteceu por causa de uma “operação de tartaruga” do Banco Central, que se fez aumentar o aumento com o governo. Segundo o presidente do Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central (Sinal), Fábio Fad, a decisão de relatórios foi decidida na quarta-feira (16) e não começou até o dia seguinte, devendo continuar a aumentar se aumentar para a categoria. Entre como estão um reajuste de 27%, além de pontos não salariais como da carreira, com a mudança do nível de escolaridade dos técnicos para nível superior entre outras coisas. Além disso, pede-se o reconhecimento em lei de que os funcionários do BC exercem atividades exclusivas do Estado, o que garante algumas prerrogativas.

+ Banco Central anuncia mudanças no Boletim Focus

“A gente vem tentando falar com o governo desde o ano passado, sem sucesso. No início do início do ano a preparar esse movimento, que empreendeu”, afirmou. O objetivo agora é causar impacto em várias atividades, como divulgação de taxas, relatórios, eventos entre outros.

“Tentamos decidir depois de atrasar o caso Focus, mas disse um contato com o ministro Ciro Nogueira, que dissemos só que iria estudar o caso”. Porém, ainda sem definições, a categoria planeja continuar com as paralisações e operação padrão, enquanto aguarda alguma resposta. “Caso contrário iniciaremos greve na segunda-feira, dia 28”.

A escolha pela operação tartaruga se deve à nova realidade do trabalho remoto, que possui uma lógica diferente de atuação. “Nesse novo cenário o sindicalismo mudou. contrato de trabalho. O sindicalista diz que a categoria torce pelo diálogo e não quer fazer uma greve. Por isso, pela primeira vez, foi escolhida a opção pela operação padrão. “Mas o governo está há três anos sem negociação e diz que não tem verba, mas orçamento secreto e fundo eleitoral”. Atualmente, o BC tem 3,4 mil pessoas trabalhando e afirma que a adesão está acima de 50%.


Saiba mais

+ Ômicron: Sintoma inesperado da emergência em crianças preocupações médicas
+ Vendedores do Mercadão de SP ameaçam clientes com golpe da fruta
+ Vídeo: Mãe é atacada nas redes sociais ao usar roupa justa para levar filho à escola
+ Horóscopo: confira uma previsão de hoje para seu signo
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ ‘Ictiossauro-monstro’ é descoberto na Colômbia
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Verificar o resultado
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identificação lula gigante responsável por naufrágio de navio 2011
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua


LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here