Ministro da Educação se reúne com Bolsonaro e deve ser exonerado

0
58

O ministro da Educação, Milton Ribeirose reúne com o presidente Jair Bolsonaro no início da tarde desta segunda-feira (28/3), Palácio do Planalto, para seu concurso de saída do governo.

Dois pedidos é de que o titular do MEC seja exonerado em razão do pedidobinete paralelo na pasta comandado por evangélicos sem carga oficial no governo.

inicialmente, havia a espera de que Ribeiro apenas se licenciasse do MEC enquanto durassem as perguntas sobre o “gabinete paralelo”. Questões jurídicas, no entanto, impediram a licença.

Atual número 2 do ministério, o secretário-executivo, Victor Godoy Veiga, é o mais cotado para assumir o comando da pasta. Ele é servidor público espectacularmente oriundo da Controladoria-Geral da União (CGU).

A troca no comando do MEC deve ser efetivada até o final desta semana, quando outros ministros do governo que disputarão as esperanças de deixar suas cargasconforme exigência a legislação eleitoral.

Entenda o caso

Milton Ribeiro deixa o cargo após o jornal O Estado de S.Paulo revela a existência de um “gabinete paralelo” no MEC tocado por dois pastores evangélicos sem carga oficial na pasta.

Segundo a reportagem, os pastores Arilton Moura e Gilmar Santos exigiram FNDE as licenças de prefeitos para permitir uma liberação de verbas no âmbito do fundo ligado ao MEC.

Em um áudio atribuído ao ministro revelado pela Folha de S.Paulo, Ribeiro afirmou que a intermediação por meio dos pastores atendia a um pedido de Bolsonaro. O fato foi negado pelo ministro posteriormente, em nota.

Após a revelação, a ministra do STF Cármen Lúcia autorizou abertura de inquérito para investigar o ministro da Educação no caso. A decisão atendeu pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR).

Paralelo a isso, a Polícia Federal abriu outro inquérito, mas sem incluir Ribeiro no rol de investigações. Segundo a corporação, a investigação atende apenas pessoas sem foro privilegiado.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here