Ministério que comanda Auxílio Brasil terá troca de comando

0
46

O Ministério da Cidadania registrará uma troca de comando ainda nesta semana. O atual Ministro, João Roma, confirmou a informação e até revelou o nome do seu sucessor. Ronaldo Bento, que atualmente trabalha como Chefe de Assuntos Estratégicos da própria pasta que é responsável pelos pagamentos do Auxílio Brasil.

“O nome do meu substituto será Ronaldo Vieira Bento, que é o atual secretário de Assuntos Estratégicos do Ministério da Cidadania”, disse João Roma em entrevista neste domingo (27). Ele confirmou a informação enquanto participava de um evento nacional do PL, partido do presidente Jair Bolsonaro.

“O Bolsonaro quis dar um caráter bem técnico nestas sucessões, tanto que, de todos os ministros que saíram importantes, todos eles foram na verdade substituídos por pessoas que já estavam em sequência ao trabalho importante, um trabalho que triplicou os recursos de download de renda no Brasil, um trabalho que zerou a fila do programa social”, completou ele.

Ronaldo Vieira Bento, aliás, é formado em Direito pela Universidade de Tiradentes, em Minas Gerais. Ele também tem formação em Administração pela Universidade Católica da Bahia. Mais recentemente, o futuro Ministro da Cidadania também concluiu o seu mestrado em Direito pelo Instituto Brasiliense de Direito Público.

Bento é servidor público da carreira do Executivo Federal. Ele trabalha dentro do poder executivo desde o ano de 2005. Ele chegou a presidir o Fórum Nacional de Ouvidores de Segurança Pública do Brasil. Nossa equipe entrou em contato com o futuro chefe da pasta, mas ele ainda não respondeu nenhuma das nossas perguntas.

O que muda no Auxílio Brasil?

De acordo com o Governo Federal, a troca de ministros deve ser concluída ainda nesta semana. Isso porque a lei eleitoral exige que se respeite o prazo final porque a entrega de cargas para quem disputará a entrega deste ano.

Do ponto de vista do Auxílio Brasil a troca de ministros não precisa cumprir as regras ou o andamento do programa. O presidente Jair Bolsonaro disse que o ato de trocar os ministros não conseguiu o andamento desse projeto social.

Vale lembrar que o Ministério da Cidadania também é responsável pelos pagamentos de outros benefícios como o vale-gás nacional e a Tarifa Social de Energia Elétrica. Nesses casos, também não é previsto nenhuma mudança depois da troca de ministros.

Ministério da Cidadania

Não é a primeira vez que o Governo do presidente Jair Bolsonaro decidir trocar o comando do Ministério da Cidadania. Em 2021, o chefe de estado trocou Onyx Lorenzoni por João Roma logo após o deputado das eleições para o presidente do Senado e da Câmara.

João Roma é representante do chamado grupo político conhecido como Centrão. Neste domingo (27), no entanto, ele anunciou que mudará de partido. Ele sairá do Republicanos e migrará para o PL, o mesmo partido de Bolsonaro.

Nos bastidores, corre-se a informação de que Romará o cargo para disputar o ou o Senado pelo estado da Bahia, que é o seu berço político. Entretanto, oficial, ele ainda não fala sobre o assunto.

Veja o que é sucesso na Internet:

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here