Jada Smith e alopecia; entendi por que a atriz perdeu os cabelos

0
61

Na concessão do Óscar 2022 neste último domingo (27), vários momentos marcaram o grande evento do cinema, como a brigada de Will Smith e Chris Rock. O momento deixou todos instigados, pois o comediante comparou a esposa do astro, Jada Smith, com a protagonista do filme ‘Até o Limite da Honra’ por conta do cabelo raspado, e foi então que o ator subiu ao palco da premiação e deu um tapa no rosto do humorista. “Deixe o nome da minha mulher fora da p**** da sua boca”, disse Smith sobre o comentário de Rock.

Já no tapete vermelho, Jada chamou atenção pelo seu visual. No fim de semana, ela pode ser um vídeo em seu Instagram explicando o motivo do cabelo e revelou que tem o diagnóstico de alopecia, que é uma doença inflamatório que provoca a queda dos fios.

“Cheguei ao ponto em que só posso rir. Vocês sabem que eu tenho lidado com alopecia e, do nada, apareceu essa falha aqui. Olhem só. Ela veio do nada e vai ser mais difícil de esconder. Então achei melhor mostrar para todos, para não surgirem dúvidas”, comentou Jada no vídeo.

Com bom humor, Jada brincou na época e disse que vai usar para esconder a falha no couro cabeludo: “Cheguei ao ponto em que só posso rir. Vocês sabem que eu tenho lidado com alopecia e, do nada, apareceu essa falha aqui. Olhem só. Ela veio do nada e vai ser mais difícil de esconder. Então achei melhor mostrar para todos, para não surgirem dúvidas”.

Entenda a doença de Jada Smith

A alopecia, conhecida como queda sistêmica de cabelo, pode ser causada por influências genéticas, processos inflamatórios locais ou doenças e existem dois tipos: a alopecia androgenética.

No primeiro caso de Jada, ela está prevista o tipo, causador da doença autoimune. De acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), cerca de 2% da população mundial sofre com essa condição. No caso de mulheres, a perda dos fios ocorre na região central da cabeça. Além disso, o grau da alopecia pode variar de acordo com a pessoa de todo, até a gestão dos pelos pelo corpo.

O segundo tipo de alopecia é uma forma de queda de cabelo geneticamente determinada. “A doença se desenvolve desde a adolescência, estímulo o hormonal aparece e que, em cada ciclo, os fios venham a ser mais finos”.

A alopecia androgenética é mais recorrente entre os homens, em que as áreas mais atingidas são a coroa e a região frontal. Apenas 5% das mulheres possuem esse tipo de alopecia androgenética e com sintomas mais discretos como perda na região central do couro cabeludo.

O afinamento e a queda de placas de cabelo infecciosos, e fatores mais comuns, traumas físicos e quadros podem modificar ou agravar oa condição, conforme a SBD. Até o momento, não foi encontrado uma cura, mas é possível fazer tratamentos para períodos em que a perda de cabelo para maior.

Leia também!

Já assistu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? inscreva-se no canal!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here