Pix ou cartão de crédito? Qual o melhor para parcelar?

0
46

Desde sua estreia em 20 de novembro de 2020, o Pix-se tornou os métodos populares entre os brasileiros em um dos métodos mais utilizados atualmente.

De acordo com informações do Banco Central, somente no mês de fevereiro deste ano, 1,1 bilhão de transações financeiras foram realizadas na plataforma de pagamentos futuros. Ao todo, são 408,6 milhões de chaves ativas no Brasil hoje.

Mas, e quando falado em parcelamento, qual é melhor: o Pix ou o cartão de crédito? Confira a seguir!

É que você provavelmente também gosta:

C6 Bank oferece cartão Carbon com anuidade grátis por 1 ano

Pix e bancos digitais causam fechamento de agências pelo Brasil

Pix ou cartão de crédito? Qual o melhor para parcelar?

Dessa forma, se antes do Pix era uma alternativa apenas para pagamentos à vista, agora uma nova função permite o parcelamento. A novidade chama-se Pix Parcelado ou Pix Garantidocomo foi nomeado pelo BC.

Com essa nova modalidade, você pode parcelar suas compras de forma bem simples, similar a um cartão de crédito.

No momento do BC é que a novidade está disponível no segundo semestre de 2022, algumas instituições financeiras já liberaram o parcelamento dos pagamentos via Pix para competir com plataformas.

O Santander, por exemplo, foi uma delas. Recentemente, o banco até fez uma propaganda com personalidades famosas para divulgar uma nova função “Dividir o Pix”.

No caso do Santander, para pedir o parcelamento por meio do Pix, a compra precisa creme no mínimo R$ 100. Além de IOF (Imposto sobre Operações Financeiras), são cobrados juros de 2,09%. Os clientes também têm o prazo de 59 dias para começar a pagar as faturas.

Já em fintechs como Mercado Pago, plataforma de pagamentos do Mercado Livre, e PicPaya nova função também já está disponível.

No Picpay, os usuários podem parcelar as compras pelo “Pix com Cartão” em 12 vezes e as tarifas cobradas são de 3,9% por parcela, além de IOF. O Mercado Pago divide as compras em até 12 vezes, juros de 2,5% com juros e IOF.

Então, qual é a diferença entre esse serviço e o cartão de crédito?

Por fim, apesar de tudo, o cartão de crédito ainda ser de gerar mais gerar, por não ter uma cobrança de valor, em casos parcelas com o mesmo valor das parcelas com o cartão de pagamento de, mas mais benefícios para o pagador, como mais milhas, por exemplo.

Naturalmente, quando possível parcelar sem juros, o cartão de crédito ainda vale a pena. Mas, para quem precisa Recorrer ao parcelamento das faturas ou ao crédito rotativo, o Pix parcelado pode ser uma alternativa para pagar juros menores.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então não siga não canal do youtube e em nossas redes sociais, como o o Facebook, Twitter, Contração muscular e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre Bancos digital, cartões de crédito, Financeirofintechs e relacionados ao mundo das finanças.

Imagem: Divina Epiphania / Shutterstock.com

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here