“Não adianta a tese ser boa se o investidor brasileiro não está colocado”: como as estratégias globais da Schroders, gestora de quase US$ 1 trilhão

0
43

Facilitar a entrada das maiores organizações globais no mercado de capitais brasileiro sendo também uma gestão de recursos, já bem consolidada no Brasil, em um primeiro momento não parece uma boa gestora de gestão. Entretanto, essa foi uma maneira de ampliar os produtos de investimento já oferecidos pela casa.

Conhecida por ser uma gigante global, a Schroders tem mais de 200 anos de história, e atualmente conta com US$ 991 bilhões sob gestão. Operando em 37 diferentes países, a gestora está presente no Brasil 1998 e é responsável pela gestão de R$ 8 bi no mercado local, contando com uma ampla gama de produtos – fundos de renda fixa até estratégias internacionais.

Daniel Celano Response to the Opera of Schroders without Brazil, em conjunto com Fernando Cortez, director comercial da gestora, foram os gestores do podcast 54 do gestor Outliers, episódio Ponsoni, gestor de fundos da família XP, e Carol Oliveira, XP baseado em análise de coordenadora.

Celano e Cortez contam que foi de olho no crescente movimento de internacionalização das carteiras dos investidores que a gestora criou, em 2008, a Schroders Gaia, plataforma de distribuição de estratégias exclusivas de alguns gestores do planeta.

Em busca da capilaridade global

AO Serem ResplyAdos Sobre OS Gestores DessasEstratégiasMundialmenteConhecidasEstãoBuscando Quando Framam Essa Parceria dedistraçãoéArcaBodidadeQuabouçoStander Skrio (CujaSrestrições)CujasrestriçõesESAderCializaçãoDOSPOURIALAçãoDOSPERUEVELSPOURABrazil.

Dessa forma, uma parceria oferece a esses gestores maioridade global, permitindo que eles sejam focados na estratégia e gestão da carteira dos fundos, enquanto a distribuição fica sob a responsabilidade da Schroders.

A sua estrutura de distribuição global já consolidada, facilita a negociação antes de serem grandes gestores – o fundo de uma comunicação institucional de grandes gestores, o gestor de fundo, de comunicação antes de serem usados ​​como gestores – o fundo de comunicação institucional, passando por esses grandes gestores – o gestor de fundo, a passar de por esses grandes gestores – o gestor de fundos, a passar de por esses grandes gestores – o gestor de fundos parte da Schroders.

Retornos contrasta, e baixa proteção com os índices do mercado, alguns requisitos na escolha das estratégias e fundos a serem distribuídos. Celano conta que é necessário levar em consideração o perfil do investidor brasileiro e a acomodação da estratégia no portfólio. Além disso, também há uma demanda local antes de selecionar como – “no padrão Schroders”, de acordo com o gerenciador.

Parceria entre gigantes

Entrando como responsável legal pelo produto e sua distribuição global, a Schroders fechou uma parceria institucional com a Wellington Management, uma das maiores gestoras Independentes do mundo, que conta com US$ 1,3 trilhão sob gestão. Como resultado dessa parceria a estratégia Wellington Pagosa chegou ao Brasil com o nome Wellington Schroders Gaia, um fundo multiestratégia global com histórico de bons retornos.

Celano conta que alguns fatores foram levados em consideração na hora de escolher uma estratégia, a começar pela diferença do custo de custo de custo de entre os brasileiros e os investidores um fundo com retornos contrastes, mas que não oferece riscosexcessivos.

Além disso, a diversificação seria um requisito chave, já que todo o arcabouço de restrições financeiras e a concentração de estratégias. Por fim, a estratégia de investimento, para que a carteira de investimento seja necessária para o produto.

Se é para ter espaço no portfólio a descorrelação não pode ficar de fora. Por isso, Fernando Cortez reforça o objetivo de trazer estratégias complementares, o que envolve a descorrelação com os fundos e índices locais. “Não adianta a tese ser boa se o investimento do portfólio brasileiro não está colocado em seu”.

Nesse aspecto, segundo ele, o Wellington Pagosa consegue oferecer excelente composição estrutural na carteira.

A entrevista completa e os anteriores podem ser conferidos por Spotify, Dieter, Alto-falante, maçã e demais agregadores de podcasts. Além disso, o podcast estreou no formato de vídeo no Canal da XP sem Youtube.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here