Motivos que podem suspender a aposentadoria do INSS em 2022 – Jornal Contábil

0
49

A aposentadoria paga pelo INSS (Instituto Nacional do trata seguro social pelo INSS), se for de forma segura de um benefício que normalmente é, ou seja, o enquanto segurado estiver vivo o mesmo cumprimento cumprimento é o benefício.

No entanto, existem algumas situações que a aposentadoria pode ser suspensa, no entanto, que o segurado será seu benefício mensal.

A boa notícia, é que com a suspensão do benefício, o segurado ainda tem uma boa chance de voltar a receber o seu benefício, desde que entendido o motivo pelo qual o benefício foi suspenso.

Benefício suspenso x cancelamento

De antemão precisamos dizer que o benefício suspenso é diferente do cancelamento (cessado), isso porque o benefício é cancelado não há como recuperar.

No entanto, quando ocorreu a possibilidade de dizer que o bloqueio do benefício ocorreu de maneira significativa, o que mais ocorreu e o bloqueio ocorreu a acontecer o que aconteceu com o benefício.

Assim, no caso de suspensão, quando o seguramente conseguir realizar uma ação que suspendeu o benefício é possível que a situação normalize e o benefício volte a ser pago como antes.

Motivos que podem suspender sua aposentadoria

Alguns motivos que podem suspender a sua estão pagando pelo INSS, e normalmente são cinco motivos, sendo:

  • Benefício concedido com erro
  • Ser preso
  • Reabilitação profissional
  • Receber o salário-maternidade
  • Não fazer prova de vida

Vamos entender a seguir um ponto o que cada um desses motivos significa, confira!

Benefício concedido com erro: Tentando irregularidades INSS pode realizar possíveis resultados nos benefícios.

Logo, caso o INSS encontrou algum benefício que foi concedido de forma irregular, seja pelo valor diferente que o seguro do direito, ou ainda por divergências na documentação.

Isso pode fazer com que o INSS suspenda a sua aposentadoria. O seguro precisa se atentar ao comunicado do INSS, caso seja por telefone como também pela plataforma Meu INSS, identificar o problema do problema, corrigir para voltar a receber o benefício.

Ser preso: Caso o aposentado seja preso, o pagamento da aposentadoria é suspenso e só volta a ser liberado quando o seguro volta à liberdade. Essa situação foi respeitada por meio do Decreto 10.410.

Reabilitação profissional: Essa situação é conhecida no INSS quando o INSS foi identificado em uma perícia como apto para voltar para as tarefas do trabalho e ocorre em casos de aposentadoria por invalidez.

Esse é um serviço que o próprio INSS oferece ao segurado uma equipe que dá apoio ao seguro para que o mesmo tenha um atendimento de saúde e auxílio do próprio assento para a relocação profissional no mercado de trabalho.

Salário-maternidade: A aposentada por invalidez que por ventura fique grávida e dê a luz, nos cinco primeiros meses ao nascimento do filho a mãe suspensa e o INSS paga o salário-maternidade. Ao fim desse ciclo o INSS encerra o salário-maternidade e volta a pagar a aposentadoria por invalidez.

Prova de vida: A prova de vida é um exame feito para que o INSS saiba que o segurado está vivo e pode continuar a receber o seu benefício.

Contudo, a prova de vida que era obrigação do próprio INSS agora é um processo do próprio INSS, que é quem identifica e realiza o exame devido ao cruzamento de dados do próprio Instituto bancário com dados do governo e dados.

Todavia, o que ainda precisa se atentar, pois, sendo um procedimento do INSS, pode haver divergência no cruzamento de dados mesmo seguro, o que pode ocorrer de forma segura e não ter o benefício suspenso.

Sendo assim, é necessário que o aposentado de uma vez ou outra identificada a solução Meu INSS para se pode haver problemas que podem suspender o benefício.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here