Dólar fraco fazer sobrar mais boi para frigoríficos pode pressionarem as cotações – Money Times

0
42

Boi Nelore Pecuária de Corte
Pode ter um aumento de pressão sobre o boi com os pastos soltando mais animais protos (Imagem: Embrapa)

O momento exige atenção do produtor de boi.

A quantidade de fêmeas está aumentando nos frigorificostambém machão acabado vai organização em maior volume, como exportações deram uma bambeada eo dólar fraquejado tira ímpeto dos embarques mais, ajudando a fazer sobrar mais na praça.

Ainda o preço mantém a resistência, mas deve sofrer mais pressão dos frigoríficos, porque, com as pessoas que seguram uma certa resistência, como escalam os confortos.

Em São Paulo, onde o boi gordo, na média, ficou em R$ 31,64, na sexta, na baixa de 0,74%, o levantamento do Balizador GPB Datagro, as segundas estão com programação de 12 dias úteis, de acordo com a consultoria Agrifatto.

Ou seja, tem bastante animal contratado, enquanto o tempo corre.

Embora a média brasileira pesquisada seja de 10 dias de escalas acertadas, São Paulo é que faz o mercado se ajustar, ante seu consumidor e porta de saída principal das exportações.

O fim da estação de monta está desovando de fêmeas de boi das águas descartadas, a safra de boas chuvas, oxigena a oferta que vinha bem apertada, e as exportações podem sentir mais o encarecimento da carne, como real mais valorizado.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here