Dólar deve continuar caindo no curto prazo, diz ex-diretor do Banco Mundial

0
34

A desvalorização do dólar frente ao real foi um dos destaques do mercado financeiro desta semana, na qual a moeda-americana caiu 5,38% em comparação à brasileira. Na sexta-feira, o dólar fechou o dia valendo R$ 4,75, o menor valor desde março de 2020, mês que marcou o início da pandemia.

Esse movimento de queda deve continuar sendo visto no curto prazo, segundo Carlos Braga, professor da Fundação Dom Cabral e ex-diretor do Banco Mundial. No entanto, não deve se sustentar até o fim do ano.

“No curto prazo, a minha expectativa é que continue, por conta da taxa real de juros (descontada inflação) no Brasil entre as mais elevadas do mundo Mas a realidade é que, com o aumento da inflação, o ruído que aumenta o aumento fiscal e que aumenta ao longo do ano, eu não acredito em uma entrevista à noite de domingo perdurar (2) ).

Braga diz ainda que, considerando como previsão do mercado financeiro paa que opere o ano por volta de R$5,30, esse seria um bom momento pra comprar a moeda. “Mas temos que reconhecer que esse é um preço extremamente volátil”.

Veja mais no vídeo.

*Publicado por Ligia Tuon

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here