conheça os segredos da penetração mais envolvente no sexo

0
69

Quando se fala em penetração sem sexomuita gente pensa naquelas imagens de filme pornô com a pessoa que penetra fazendo movimentos na velocidade máxima. A cena pode excitar muita gente, assim como pode acabar sendo broxante para quem não é tão fã da penetração.

Muitas vezes, para fazer algo diferente na cama, não é preciso ousar nas posições, ou variar conforme fantasias. Basta modificar a forma ea velocidade que fazemos o básico. Por isso, seja para quem ainda é mais a posição, para penetrar com brinquedos, para os dedos, há a opção de variar a velocidade. Descubra tudo sobre uma penetração lenta.

0

Como?

Sem segredos, a dica é devagar, saboreando cada segundo de penetração. E no primeiro movimento, a orientação é inserir mais devagar. Isso fará com que você veja ainda mais de toda a relação sexual e ainda atrasará a ejaculação, no caso de quem tem pênis.

Devagar e sempre

O urologista João Brunhara, da Omens, destaca que é uma oportunidade para explorar as formas de expressão da relação sexual que muitas vezes fogem, as pessoas da relação que querem filmes na hora de suas relações sexuais muitas vezes.

“Ter essa abordagem diferente permite conhecer e experimentar os movimentos e as posições que podem ser muito prazerosos, e mais interessantes do que uma monotonia estereotipada. Além disso, pode ser uma forma de aumentar e melhorar a sua própria ampliação, para melhor conter a ejaculação”, originada.

Além disso, a postura tem vantagens para quem é penetrado: o prazer de ocorrer cada instante na versão lenta.

Para todos (as) penetrados (as)

Seja na vagina ou no ânus, a pessoa penetrada vai poder desfrutar muito da postura.

O ponto forte é o conforto, já que não há início do movimento, enquanto ainda não há um relaxamento total da vagina, a penetração ou rápida demais pode ser desconfortável.

“Pensando na anatomia, a estimulação do clitóris é uma das partes mais prazerosas da relação para a mulher. O contato do próprio corpo do parceiro, por exemplo a região da pube com clitóris, durante uma penetração mais lenta pode ser extremamente excitante para o corpo feminino”, explica. Mas vale lembrar que entre outros corpos também existem muitas possibilidades que podem ser exploradas. “E claro, alternar períodos de maior e menor velocidade pode ser uma coisa bem interessante”, sugere.

Benefícios extras

Além do prazer que a penetração lenta pode proporcionar aos ajudar, uma outra vantagem é que pode controlar a ejaculação. “Também é uma forma de conhecer melhor como o corpo reage à excitação. Mas vale lembrar que só a penetração mais lenta, via de regra, não é suficiente para quem sofre com ejaculação precoce. São casos mais estratégias como por exemplo terapia sexual, exercícios e em alguns, medicações”, finaliza o especialista.

Dica bônus

Por fim, uma penetração lenta pode ser utilizada na técnica do coitalque é basicamente um “papai e mamãe” elaborado que proporciona mais estímulo no clitóris, e promove um orgasmo mais intenso.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here