Cinco alimentos e hábitos que ajudam a acabar de vez com o refluxo

0
32

[ad_1]

O refluxo gastroesofágico ocorre quando o ácido estomacal retorna ao esôfago em níveis acima dos valores normais. É comum, nesses casos, sentir azia e queimação. Apesar de bastante incômoda, a condição não é rara. Afeta mais de dois milhões de indivíduos por ano, geralmente adultos.

Esse quadro é marcado por sintomas desagradáveis e, algumas vezes, pode ser confundido até com infarto, devido à queimação e pressão sentidas no peito. Se você sofre ou conhece alguém que tem o problema, confira alguns hábitos e alimentos que ajudam a acabar, reduzir ou prevenir esse mal-estar.

Confira:

Recorra à dieta low FODMAP
Esse protocolo alimentar tende a restringir os alimentos ricos em FODMAPs, e é um ótimo ponto de partida para começar a diminuir os episódios de refluxo. Os FODMAPs são carboidratos fermentados rapidamente por nossas bactérias que, geralmente, culminam em gases. Além de aumentar a pressão abdominal, eles podem “viajar” no sentido contrário, piorando os episódios de refluxo.

Água com limão
O shot de água com limão ajuda a turbinar a imunidade

Evite líquidos durante as refeições
Eles diluem o ácido do estômago, aumentando o volume no órgão e diminuindo a capacidade digestiva. Com as partículas mal digeridas, ocorre o aumento da produção de gases que irão, consecutivamente, elevar a pressão abdominal, resultando em refluxo.

Se fizer questão de beber algo enquanto come, uma boa alternativa é um pouco de água com limão, já que o ácido do limão estimula a secreção de ácido pelo estômago, fortalecendo o processo digestivo.

Não exagere na ingestão de anti-inflamatórios
Ibuprofeno, aspirina e outros anti-inflamatórios podem causar irritação na mucosa gástrica, reduzindo a camada do muco estomacal. Isso também pode enfraquecer a capacidade digestiva e piorar as crises. Outros tipos de medicamentos também são capazes de favorecer o quadro.

gengibre
Gengibre

Use e abuse do gengibre
Essa erva apresenta um potencial benéfico quando pensamos em refluxo. A ação procinética do gengibre estimula o esvaziamento gástrico e a motilidade intestinal, ajudando a aliviar o refluxo e outros sintomas, como dor e excesso de gases. Utilize como forma de chá e tempero ou, então, mastigue-o puro, durante a refeição.

Tome chás
Infusões como a de espinheira santa são excelentes pela ação anti-inflamatória e cicatrizante da mucosa gástrica. Alecrim e hortelã também surgem como ótimas opções pós-almoço, devido à capacidade de elevar a produção de ácido, auxiliando também na diminuição da produção de gases.

Evite deitar-se após as refeições
O hábito de deitar logo após as refeições pode potencializar o retorno do alimento à mucosa do esôfago. Esse hábito pode ser maléfico até para os bebês. Por isso, eles são colocados para arrotar após as refeições.

(*) Thaiz Brito é nutricionista pós-graduanda em Nutrição Esportiva Clínica



[ad_2]

Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here