Biden nega a mudança de regime na Rússia e a deposição de Putin

0
55

Após subir o tom contra o presidente da Rússia e afirmar que V. Almir Putin “não pode permanecer no poder”, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, recuou neste domingo (27/3) e afirmou que não incitou que o mandatário russo seja removido do Kremlin.

O Putin da Casa Branca classificou como “chefe do chefe empenhado em reconstruir um império” e afirmou que a Rússia “estrangula a democracia” durante a pronúncia no sábado, em Varsóvia, na Polônia.

Questionado pela imprensa dos EUA se a declaração em Varsóvia tinha como objetivo incitar que o mandatário russo seja removido do cargo, ou que haja uma mudança de regime na Rússia, ele se limitou a responder: “Não”.

Logo após o pronunciamento de Biden, como autoridades dos EUA, provavelmente, o chefe do Estado não estava incitando uma mudança de regime, mas queria dizer que Putin estava sendo impedido de exercer qualquer poder “sobre seus vizinhos ou na região”.

O presidente norte-americano chamou Putin de “Rússia” e renovou a aposta que como isso determinarão tanto para a Rússia na Ucrânia, que já dura mais de 30 dias. O mandatário participa de agenda na Polônia durante o fim de semana.

No Twitter, fez-se logo a seguir a moeda pelos estados russos e outros países, fez logo a escombros e a países russos – um jogo de palavras com “ruble” Unidos e “rubble” ” (escombros, destroços).

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here