#LBFF 7 – NTX domina 22ª rodada e mantém sonho vivo – Free Fire Esports

0
81

Um sonho que vive
A situação ainda não é das melhores e a vantagem da GOD Unidas ainda é expressiva, mas a NTX fez o dever de casa na tarde deste sábado (26). Prozin deu um show e liderou a equipe 76 pontos, que havia uma equipe na 13ª apenas esperando por um tropeço dos aparelhos de som.

Guerreiros obstinados
A Vivo Keyd vem fazendo uma campanha cheia de altos e baixos, mas deram mais uma prova de que lutar pelo bicampeonato nacional. Liderados pelo experiente DeadGOD, os Guerreiros chegaram aos 67 pontos e garantiram uma classificação. As três rodadas restantes servirão para tentar ocupar uma melhor colocação na tabela, uma vez que o sétimo lugar não dá muitas vantagens na briga pelo título.

Um velho novo líder
Demorou, mas a B4 assumiu a liderança da sétima temporada depois de um longo domínio do Magic Squad. Os Bastardos garantem uma dobradinha e, com mais uma apresentação de gala de Yago, chegam como grandes favoritos.

ntx-nitroxx-destaque-rodada-22-lbff-7

Veja abaixo um pequeno das quedas disputadas entre os resumos Grupos A e C, válidos pela 22ª rodada da LBFF 7.


Queda 1 – Purgatório

BOOYAH: B4 (22 pontos)
MVP: DeadGOD e Guiga (4 abates)

Trocações intensas marcaram toda a queda de abertura da tarde de sexta. aparentemente, as equipes chegarão útimas mais nestas duas semanas – é a hora do tudo ou nada. DeadGOD e Guiga fizeram seus nomes em jogadas nada menos do que brilhantes.

Vivo Keyd e B4 foram conquistando seu espaço nas zonas seguras e passando por cima dos locais seguros. E a gente já sabe o que os dois últimos campeões nacionais fazem quando têm vantagem de espaço. Ambas chegaram para uma troca justa, aquele confronto quatro contra quatro, enquanto Pedro, da Cavalaria, tinha uma pistolinha e um sonho, e apenas observava o enquanto enfrentava um milagre.

Os Bastardos triunfaram. Eles tinham vantagem, eles são os atuais donos do título. Os Guerreiro tentaram, mas a tarde começou bem pra de Machado, que só precisou procurar por um indefeso Pedro, que sorria na GH, para garantir o Booyah.


Queda 2 – Kalahari

BOOYAH: Los Grandes (20 pontos)
MVP: MemGod e General (4 abates)

Kalahari chegou pra começar. As equipes estavam analisando o fechamento das primeiras zonas seguras que definiriam o rumor da queda.

Novamente os Guerreiros foram abrindo caminho com tranquilidade. Dessa vez, Miners e Los Grandes também estavam no páreo, cada uma lutando em um lado da tabela. A Vivo Keyd foi a primeira a dizer adeus; a Onda Laranja tinha a vantagem de posicionamento e pode escolher a melhor hora para fazer o avanço. RiccK e Nativa tentaram com honra, lutaram com garra, mas não pareciam ser capazes de parar o tsunami que alcançaram.


Queda 3 – Bermudas

BOOYAH: NTX (20 pontos)
MVP: VitinXP e Prozin (4 abates)

Bermuda começou com uma trocação entre Tropa e NTX. As coisas apresentadas para um limpeza de esquadrão Brilho da Tropa, mas brilhou, mostrou toda a experiência adquirida na temporada pela B4, e protagonizou uma reviravolta incrível, que complicou o sonho tranquilo da Tropa em ainda Pro, uma das últimas vagas para um Grande Final.

Seis equipes aguardavam o fechamento da última zona segura para disputar o Booyah. NTX e novamente, a Los Grandes protegerem e uma boa cobertura para se fazerem bela pelo Booyah. Com um show de Lança, a NTX conseguiu pôr fim no ímpeto laranja e restava apenas dois valentes jogadores da Vivo Keyd. Mas os Guerreiros voltaram novamente no quase, e o NTX também começou a pensar com a classificação.


Queda 4 – Purgatório

BOOYAH: Cruzeiro (21 pontos)
MVP:
Prozin (6 abates)

Logo no início da segunda metade, Liberty e Miners se encontraram em uma batalha dos desesperados. A Liberty se deu bem, mas a Miners tinha Broilo, o fugitivo, para salvar a equipe e trazer todos os seus companheiros de volta.

A situação ficou tranquila por um tempo longo depois dos ensaios iniciais. Tropa e Los Grandes fizeram um belíssimo duelo e equipe de CapGui só deixaram Gus vivo para contar história, fugir e também reerguer os companheiros. Enquanto isso, mas do outro lado do mapa, a Cavalaria mandava o poderoso Corinthians de volta pro lobby.

Vivo Keyd e B4 fizeram mais um duelos que tornam um show LB tão espetacular e, com um show tão espetacular, com um LB que não se ressentem atropelo. Uma pena que esses duelos consomem muitos recursos das equipes, e logo a Vivo Keyd pereceu – mas não sem antes fazer valer cada segundo no Purgatório.

Encaminhando para as últimas zonas seguras e, para a Booyah, ou para o Cruzeiro, que foi disputado pelo Booyah, ou pelo Cruzeiro, foi garantido um lugar para disputar no centro da safe. Quem voltou a impressionar e lutar pela vitória foi a NTX, que sonhava com a dobradinha e tinha um inspirado Prozin fazendo o trabalho sujo. Mas era hora da Raposa triunfar e se manter – mesmo que ainda não tão firme – na zona de classificação.


Queda 5 – Kalahari

BOOYAH: B4 (22 pontos)
MVP: Yago (6 abates)

As trocações demoraram mais do que o traje para começar. Praticamente todas as equipes chegaram completas aos 12 minutos de queda, o que torna os confrontos ainda mais intensos. A chinela pro lado da Team Liquid pode estar perto da Magic Squad e pela Vivo Keyd – já viu posição de maior importância?

As equipes criaram um evaporar no calor do deserto. A briga por espaço era incessante, mas mantendo o padrão, a B4 tinha uma excelente posição em Refinaria. Além disso, Yago já aumentava sua coleção de debates e apenas aguardava seus concorrentes com sua mira calibrada. Os Bastardos se dividiram na plataforma e não tiveram o mínimo respeito pelo bolso. Foram 12 abates, 24 pontos, liderança isolada. O chegou, o jogo ficou sério.


Queda 6 – Bermudas

BOOYAH: Cruzeiro (25 pontos)
MVP:
Armadilha (5 abates)

A última queda do dia começou com o Team Liquid não tomando da dor da Liberty e complicando ainda mais a situação da equipe, que corre sérios riscos de rebaixamento. Com os Mininhos da Liberdade, os Miners uma chance real de Recomeçar na temporada, mas não sabia pont e acabou de somando apenas dois na queda de Quedadeira.

A Cavalaria não parou mais. Os oito primeiros da queda nas mãos desta segunda de uma das melhores equipes da metade da temporada. Nitroxx e Cruzeiro também fizeram um belo trabalho de “limpeza” e chegaram com grandes chances de conquistar o Booyah de sábado.

Mas a Raposa tinha uma vantagem clara de posicionamento e apenas precisava ficar atenta para punir os demais restantes. O Corinthians também chegou com um valente VitinXP, mas não era mais hora pra milagre. O Cruzeiro conseguiu controlar a situação e fechou a tarde com dobradinha e chave de ouro.

Classificação

Com o fim da 22ª rodada, a classificação da sétima temporada da Liga Brasileira de Free Fire ficou assim:

classificação-rodada-22-lbff-7

Confira o Boletim da sétima semana de LBFF 7 e todos os detalhes da Série B.


Com rodadas de viagem adiadas na TV aberta e encerrada, a série A da LBFF 7 volta neste domingo, 27 de março, a partir das 13h (horário de Brasília). Acompanhe ao vivo no canal oficial de Esports no YouTube e nos perfis não TikTok, o Facebook, Instagram e Twittersiga a hashtag oficial #LBFF.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here