INSS: Conheça três benefícios que os seguros têm direito, mas não sabem

0
60

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) é o órgão federal responsável pelos benefícios previdenciários e assistenciais, entre eles aposentados, pensões e ajudas.

No entanto, devido a dificuldades de concessão, há alguns benefícios que muitos seguros não conhecem. Pensando nisso, falaremos de três deles.

Direito ao Auxílio-doença por cirurgia plástica

Segundo a Constituição Federal, a Previdência Social deve conceder a ajuda-doença nas situações em que o segurado se encontra incapaz de realizar as suas atividades.

A condição é válida em casos de cirurgias plásticas, como lipoaspiração e bioplastia, por. Mas de todo modo, o segurado precisa se atentar a alguns requisitos obrigatórios para receber o benefício, como:

  • Ter a receita de saúde de laudos, entre outros para o trabalho e verificar a saúde de laudos;
  • Ter carência de 12 meses, ou seja, ter contribuído no mínimo 12 vezes ao INSS antes de realizar uma cirurgia; e
  • Ter qualidade de segurança.

Direito ao salário-maternidade devido a aborto ou adoção

Normalmente, o salário-maternidade é concedido à mãe que acabou de dar luz. Porém, o que muitas não sabem é que é possível o benefício nos casos de abortos legais – ou por aborto espontâneo – e adoções.

No último caso, será necessário apresentar uma documentação que comprove uma adoção. Já nos casos de aborto, a segurança deve apresentar o atestado médico destacando o motivo ou a condição que levou ao aborto.

Adicional de 25% na aposentadoria por invalidez

Aposentados por incapacidade permanente (antiga aposentadoria por invalidez) que não conseguem por conta própria como suas atividades diárias podem solicitar um adicional de 25% sobre o seu benefício.

Todavia, o seguro deve apresentar uma das seguintes condições para receber o benefício:

  • Cegueira total;
  • Perda de nove ou mais dedos das mãos;
  • Paralisia dos dois braços ou pernas;
  • Perda das pernas, quando a prótese for impossível;
  • Perda de uma das mãos e de dois pés, ainda que a prótese seja possível;
  • Perda de um braço e uma perna, quando a prótese for impossível;
  • Alteração das faculdades mentais com grave perturbação da vida orgânica e social, ou seja, dificuldade em organizar o pensamento, ou seja, a tomada de decisões para a vida pessoal e social;
  • Doença que deixa acamada;
  • Incapacidade permanente para as atividades da vida diária.

Veja o que é sucesso na Internet:

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here