“Fotos do Lindo Brasileiro”? O que explica a alta da Bolsa e a queda do dólar, e o que espera para os próximos meses

0
39

Poucos investidores tinham grandes expectativas para a Bolsa brasileira neste ano, melhor depois de um 2021 decepcionante, com os mercados globais tendo um desempenho bem melhor que o local.

Mas eis que 2022, surpresa e não apenas por conta da alta do Ibovespa. O atualmente ópera abaixo dos 4,80 reais, complete descolado das projeções da maioria dos analistas (vale destaque que última o Boletim Focus divulgado na segunda-feira demostra queeconomicas ainda projetam um patamar próximo de R$ 5,30 para 2022).

Em meio a guerra, ano eleitoral, inflação em patamares, registros em diversos países do mundo, o que explica esse bom com o mercado brasileiro?

Apesar do descasamento de diversas variáveis ​​globais, com os choques de serem antecipados, o episódio 138 do Stock Pickers nos ensinou que o mercado foca apenas em grandes temas de cada vez, e, atualmente, são dois: carregado e termos de troca .

Como Débora Nogueira, economica-chefe da TNAX, resumiu: “Enquanto carrego e termos de troca são os principais temas de atenção do mercado, o Brasil está muito lindo na foto”.

Traduzindo: com as em alta, eo Brasil sendo um grande exportador, os termos de troca são favoráveis. Além disso, os fatos de juros aqui estão mais alinhados que os mais baixos na maioria dos mercados. O carregamento é a capacidade de manter esse tipo de estratégia em conta como expectativas.

O problema é a continuação desse cenário. A mudança de dependência energética da Ucrânia, causada pela perda da eficiência do comércio global da Ucrânia, pode resultar em um risco de estagflação ougressão para países relacionados. Um cenário que não costuma ser favorável à economia brasileira, lembra Bruno Marques, gestor do XP Macro.

E se você acha que a inflação está alta, acredita: pode pior. Ambos os econômicos acreditam na possibilidade de que o mercado brasileiro passará por uma revisão altista nas expectativas de preços para 2022, acrescentando um fator importante a uma situação: nos Estados Unidos, cenário não é distinto.

Porém, a grande diferença é que o Brasil tem subido juros desde março de 2021, aproximando-se do fim do ciclo de contração, enquanto nos EUA o movimento mal começou.

EUA o Complete plot, que contorno ainda com um apresentador-surpresa.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here