Arquipélago de Fernando de Noronha é de Pernambuco e assim será

0
36

1942.

Alega a Advocacia que Pernambuco descumpriu um contrato de cessão de uso em condições especiais da ilha de Noronha firmado em 2002, fazendo concessões de edificações na faixa de praia e aumentando de forma irregular a rede hoteleira.

Em nota, o Governo de Pernambuco rebateu dizendo que “gostaria que o Governo Federal tivesse uma celeridade que empenhasse num mesmo processo judicial que agride a Constituição para cumprir uma promessa de que iria realizar o saneamento básico da ilha”.

Bolsonaro e seu candidato ao Senado por Pernambuco, o sanfoneiro Gilson Machado Neto, sempre defendem uma maior exploração turística do arquipélago. De resto, eleitoralmente, Bolsonaro dá Pernambuco como um Estado perdido para ele.

Tem razão. Para presidente, Lula tem algo como 67% das intenções de voto em Pernambuco contra menos de 20% de Bolsonaro. Seu desejo de apropriar-se de Noronha poderá aumentar essa diferença. Os pernambucanos gostam de uma boa briga.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here