Após o acidente, a companhia aérea suspendeu o voo de 223 aeronaves modelo Boeing 737

0
43

A companhia China Eastern Airlines e suas subsidiárias suspenderam o modelo2233 aeronaves Boeing 737-800, disse o porta-voz da companhia aérea Liu Xiaodong em entrevista coletiva na quinta-feira (24). Trata-se do mesmo tipo de avião estava sem acidente nas montanhas da região de Guangxi, no sul da China.

Assegurando a manutenção de segurança para garantir que segura para voar, disse Liu. A companhia aérea lançou uma ampla revisão de segurança após o acidente, acrescentou.

A medida ocorre dias depois que o voo 5735 da China Eastern Airlines caiu em uma região remota e montanhosa no sul do país, enquanto voava de Kunming para Guangzhou, no pior desastre aéreo da China em mais de uma década.

O voo tinha 132 pessoas a bordo. Nenhum sobrevivente foi encontrado após um terceiro dia de busca, investigadores chineses na quarta-feira (23).

A causa do acidente ainda não foi determinada. Mas a descoberta do gravador de voz do cockpit na quarta-feira (23) pode fornecer pistas importantes sobre como o desastre se desenrolou. É uma das chamadas “preta” “, com os investigadores ainda tentam o registro de dados de voo.

O 737-800 é a versão mais comum dos jatos da Boeing atualmente em serviço e é o carro chefe das frotas de companhias aéreas.

Existem 737-802 dos 737-802 em serviço em todo o mundo, segundo a análise de modelo de Cirium, passando a ser mais longo de comum em uso atualmente.

É o modelo de avião mais comum nos Estados Unidos, onde há 795 em serviço, assim como na China, com 1.177 em serviço. E é o segundo avião mais utilizado em todo o mundo, atrás apenas do A320 fabricado pela principal rival da Boeing (BA), Airbus (EADSF).

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here