[ad_1]

A Sociedade Brasileira de Cardiologia publicou, nesta quarta-feira (23/3), o resultado de sua avaliação sobre a segurança das vacinas contra Covid-19. De acordo com a SBC, as vacinas são seguras e seus benefícios superam em larga escala os riscos de efeitos adversos relacionados.

Os principais efeitos adversos cardiovasculares associados às vacinas foram a VITT (trombose induzida por vacinas) e a miocardite (inflamação do coração). Enquanto o primeiro está associado às vacinas que utilizam vetor de adenovírus, o segundo é observado entre as vacinas com tecnologia de RNAm. Vejamais noticias em nosso site.

De acordo com os dados analisados, os especialistas concluíram que a miocardite associada à vacina permanece como um evento adverso raro, embora a incidência entre adolescentes do sexo masculino possa chegar até 107 casos por milhão de doses, excedendo a incidência de miocardite associada à Covid na mesma parcela da população.

No entanto, como o quadro da miocardite associada à vacina é geralmente leve, mesmo entre os adolescentes do sexo masculino, o efeito protetor da vacina contra Covid, particularmente na prevenção de quadros graves, hospitalizações e mortes, continua a exceder claramente o risco de miocardite.

Covid-19: o que você precisa observar na hora de vacinar o seu filho

0

Ainda segundo a posicionamento da Sociedade Brasileira de Cardiologia, na faixa etária pediátrica, os benefícios vão além daqueles diretamente relacionados à saúde do próprio paciente, pois a vacina também diminui a transmissão da Covid para esta faixa etária e, indiretamente, para os indivíduos mais velhos.

[ad_2]

Source link