INSS: Antecipação do 13° pode liberar o 14° salário? – Jornal Contabil

0
62

O 13° salário do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) foi antecipado. Antes estava programado para começar a ser pago em agosto e novembro. A primeira parcela do benefício será liberada em 25 de abril e segunda parcela em 25 de maio.

Ao anunciar a antecipação do 13° salário para aposentados e pensionistas, o governo trouxe a tona novamente possível do 14° salário. Essa história vem se arrastando em 2020, quando o governo fez a primeira antecipação do benefício devido à pandemia de Covid-19.

14° salário vai ser liberado em 2022?

Os segurados do INSS voltam a questionar como a ser no final do ano sem o natalino. Eles ainda têm esperança de uma liberação do 14° salário para o final do ano.
O 14° salário é um Projeto de Lei que ainda está em análise na Câmara dos Deputados. Para ser liberado, o PL precisa passar também por votação no Senado e depois ser sancionado pelo presidente da República.

De 2020 hoje, não aconteceu nada muito importante para acelerar a projeção do 14° salário. Atualmente o Projeto de Lei precisa pela aprovação da Comissão da Câmara dos Deputados. O relator do PL a partir de 2019 está para definir a aprovação do benefício.

Sendo aprovado na Câmara dos Deputados, o texto seguirá para análise no Senado Federal. Sendo aprovado pelos senadores, seguirá o presidente Jair Bolsonaro (PL) sancionar.

Os senadores não se responsabilizam em liberar um 1° salário para os aposentados e aposentados do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS). No próprio Senado existe também um projeto que cria o 14° salário, no entanto, não consegue andar, para ter uma aprovação interna.

Isso significa que, em 2022, será muito difícil ocorrer a liberação do INSS que ajudará na segurança da INSS. Essa situação se torna mais complicada, por estarmos num eleitoral.

A liberação do 13º salário deste ano foi definida através de um Decreto publicado pelo Governo Federal ainda em 2020.

Veja o calendário de antecipação do 13° salário em 2022

Primeira parcela para quem ganha até um salário mínimo:

  • Final 1: recebe dia 25 de abril;
  • Final 2: recebe dia 26 de abril;
  • Final 3: recebe dia 27 de abril;
  • Final 4: recebe dia 28 de abril;
  • Final 5: recebe dia 29 de abril;
  • Final 6 recebe dia 02 de maio;
  • Final 7: recebe dia 03 de maio;
  • Final 8: recebe dia 04 de maio;
  • Final 9: recebe dia 05 de maio;
  • Final 0: recebe dia 06 de maio

Segunda parcela para quem ganha até um salário mínimo:

  • Final 1: recebe dia 25 de maio;
  • Final 2: recebe dia 26 de maio;
  • Final 3: recebe dia 27 de maio;
  • Final 4: recebe dia 30 de maio;
  • Final 5: recebe dia 31 de maio;
  • Final 6: recebe dia 01 de junho;
  • Final 7: recebe dia 02 de junho;
  • Final 8: recebe dia 03 de junho;
  • Final 9: recebe dia 06 de junho;
  • Final 0: recebe dia 07 de junho.

para quem ganha mais de um salário

Primeira parcela

  • Final 1 e 6 recebe dia 02 de maio;
  • Final 2 e 7: recebe dia 03 de maio;
  • Final 3 e 8: recebe dia 04 de maio;
  • Final 4 e 9: recebe dia 05 de maio;
  • Final 5 e 0: recebe dia 06 de maio.

Segunda parcela

  • Final 1 e 6: recebe dia 01 de junho;
  • Final 2 e 7: recebe dia 02 de junho;
  • Final 3 e 8: recebe dia 05 de junho;
  • Final 4 e 9: recebe dia 06 de junho;
  • Final 5 e 0: recebe dia 07 de junho.

Dica Extra do Jornal Contabil: Compreender e realizar os procedimentos do INSS para usufruir dos benefícios da previdência social.

Já você pensou sobre o INSS desde os critérios até a solicitação da melhor, tudo isso apenas um final de semana? Uma alternativa rápido e eficaz é o curso INSS na prática:

Trata-se de um curso rápidoporém completo e detalhado com tudo que você precisa saber para dominar as regras do INSSprocedimentos e normas de como obter informações e solicitar benefícios para você ou qualquer pessoa que precise.

Não perca tempo, clique aqui e domine tudo sobre o INSS.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here