Dólar chega a R$ 4,89 na mínima e atinge menor nível em 2 anos

0
35

O dólar chegou à R$ 4,89 nesta quarta-feira (23). O valor representa o menor nível desde março de 2020. Com isso, a moeda americana já acumula queda de 12% frente ao real.

Esse reajuste é causado pela valorização do petróleo em países, ou que beneficia moedas de emergentes e exportadores de commodities, como produtos agrícolas e agrícolas.

Além disso, a alta das correções-primas no mundo, pela guerra na Ucrânia e a perspectiva de mais aumento de juros, atrai investimentos estrangeiros para o Brasil. Isso ajuda a oferecer a bolsa e o poder.

Essa queda do dólar é comparável ao início da pandemia, quando chegou a ser comercializado por R$ 4,88. A moeda atingiu o novo patamar por volta de 9,12% da cotação, que era de R$ 4,9082 no mercado de câmbio.

Impactos da queda do dólar

Os analistas do banco britânico Barcla afirmam que a mudança é positiva para as moedas de países emergentes e beneficiam o crescimento a curto prazo. Eles afirmam que:

“Isso deve beneficiários moedas apoiados por taxas reais ex-ante [juro nominal descontada a projeção de inflação para um ano à frente]já altas e exportações de commodities (como na América Latina na África do Sul) contra moedas de alto com baixos rendimentos (por exemplo, Europa Central e do Leste e leste da Ásia)”

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto brasileiro, afirmou que essa situação será uma oportunidade para o Brasil entrar no mercado global.

De acordo com ele, uma corrida de investimento estrangeiro para o incidente e o país tem potencial para serem exploradores. Em comunicado, Neto explica o seguinte:

“(A) longo para o mundo guerra um período relativamente de menos crescimento e mais inflação. Para o Brasil, como efeito do choque da guerra, a gente vê o seguinte: Positivo para os minerais, a parte de alimentos, se o Brasil tem fertilizantes, sobe. A parte de resultados fósseis, para o Brasil sendo exportador, é um problema. Mas é uma oportunidade, com a redivisão, de estarmos mais presentes no mercado global”.

A declaração de Conta da União não aprovada pelo Tribunal da União (TCU) e pela Fiesp, sobre as regras e os desafios da União economia.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então não siga não canal do youtube e em nossas redes sociais, como o o Facebook, Twitter, Contração muscular e Instagram. Assim, você acompanhará tudo sobre Bancos digital, cartões de crédito, Financeiro, fintechs e relacionado ao mundo das finanças.

imagem: 1599686sv / shutterstock.com

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here