Você conhece osteoartrite? Veja os sintomas da doença que cresce no mundo

0
41

Você sabe o que é osteoartrite? Essa doença reumática é também conhecida popularmente como artrose ou osteoartrose. Muitas pessoas acreditam que de um processo natural do envelhecimento se trata. No entanto, a osteoartrite é uma doença que não é uma doença, mas sim uma função da cartilagem que altera os corpos dos membros acometidos.

Um levantamento do Colégio Americano de Reumatologia, publicado no periódico Artrite e Reumatologiarevelou um crescimento no número de casos no mundo.

+ Brasil registra 45.020 novos casos de Covid-19 e mais 389 pela doença, diz mortes

Segundo o estudo, realizado com base em dados que cobrem o período entre 1990 e 2019, houve uma alta de casos globais de 113,25% no período estudado. O salto foi de 247,5 milhões, em 1990, para quase 528 milhões em 2019.

No Brasil, estima-se que cerca de 12 milhões de brasileiros tenham osteoartrite, o equivalente a 6,3% da população adulta. A prevalência entre os idosos: depois dos 65 anos, 85% propõem a prova radiológica da doença.

O impacto causado pela doença na vida do indivíduo é de qualidade, considerando que a osteoartrite leva a incapacidade de exercício das atividades do dia a dia, ausência de trabalho e perda de peso. Por isso, buscar os sintomas da doença e um tratamento adequado é fundamental. Confira!

O que é osteoartrite?

A osteoartrite também recebe nomes como osteoartrose, artrose ou doença articular degenerativa. Essa doença é a mais frequente reumatológicas, representando cerca de 30 a 40% das consultas em consultórios de reumatologia.

A osteoartrite é degenerativa, ou seja, que deteriora a saúde de forma progressiva. Costuma atingir mais mulheres, afetando comumente locais como mãos e joelhos. Já no sexo masculino como áreas atingidas são da articulação coxofemoral (do fêmur com a bacia).

Com o passar dos anos, os índices de osteoartrite aumentam, sendo pouco comuns antes dos 40, e mais frequentes após os 60. Em pessoas com 75 anos, pelo menos 85% apresenta evidência radiológica ou clínica da doença.

No entanto, somente 30 a 50% dessas pessoas queixam-se de dor crônica. A osteoartrite se caracteriza pelo desgaste da cartilagem e pelas alterações ósseas. Entre essas mudanças, estão os osteófitos, conhecidos popularmente por bicos de papagaio.

A doença é doença primária em primária (sem causa conhecida) ou secundária (causa conhecida). As causas, desde articulares, podem ser causadas por desvios de direção e até mesmo alterações do metabolismo.

A idade também é importante, em contato com os dedos, como a maior parte dos dedos (importante também com a participação dos dedos) ou Bou).

Sintomas da osteoartrite

Os sintomas da osteoartrite são gradualmente desenvolvidos e uma ou algumas diferenças a princípio. Articulações dos dedos das costas, pescoço, região das pernas, quadril e joelhos são conhecidas como áreas inferiores das costas.

A dor dessa doença descrita é a primeira como profunda, sendo a apresentada. Quando as atividades de suporte do corpo suportam o peso, geralmente é agravada por que o envolvimento acontece com a sustentação, como manter-se em pé.

Algumas pessoas, a definição fica após a sono ou inatividade. No entanto, a rigidez normalmente fica dentro de 30 minutos, especialmente quando é movida.

Conforme a doença mais provocante, como articulações podem ter capacidade para se estender ou se flexionar totalmente. As articulações podem sofrer aumento com o crescimento de novos ossos e outros tecidos.

Além disso, irregularidades na superfície da cartilagem podem causar ruídos de raspagem, rangidos e crepitação durante a movimentação. O que comumente se desenvolve nas redes mais próximas à ponta dos dedos, referências relevantes.

Como é o diagnóstico da osteoartrite?

O médico realiza o diagnóstico da osteoartrite baseando-se nos sintomas da arte, exame físico e de sangue, bem como em meio de exames de diagnóstico das lesões características. As radiografias podem não ser muito úteis para detecção da doença, visto que não apresentam alterações precoces na cartilagem, local onde as primeiras anormalidades ocorrem.

Ainda, como mudança na pessoa, não substitui os apresentados pela apresentação. Ou seja, uma sintomatologia pode ser apenas uma pequena diferença em um indivíduo com sintomas graves, ou então pode apresentar inúmeras alterações em uma pessoa com poucas ou poucas.

Já o exame de ressonância magnética pode revelar precocemente na cartilagem, ainda que seja necessário para o diagnóstico. Não existem exames de sangue para diagnóstico de osteoartrite. Contudo, eles podem ajudar a descartar outras doenças com sintomas semelhantes, como artrite reumatoide, por exemplo.

Caso possa ser colocado em uma polegada, o médico pode ser colocado na área de inserção, de modo a ser colocado em uma amostra do líquido. Esse líquido também pode ser outras doenças patológicas a osteoartrite comum, como infecção e gota.

Como tratar uma osteoartrite?

Visto que a doença degenerativa é uma doença, seu tratamento envolve a ajuda do controle dos sintomas e alternativas para a recuperação da reabilitação da mobilidade degenerativa pela doença e manutenção da flexibilidade da articulação. Esses objetivos podem ser difíceis por meio de exercícios físicos, resistência e reabilitação e, em caso de resistência e reabilitação.

Medicamentos

Os medicamentos usados ​​para tratamento da osteoartrite servem para complementar os exercícios e fisioterapia. As drogas podem ser utilizadas ou isoladamente, sem alterar diretamente o curso da doença. Os medicamentos são usados ​​como forma de reduzir os sintomas e, assim, permitir que uma pessoa possa realizar atividades normais.

Medidas físicas

Com exercícios de alongamento para o tratamento da osteoart, como exercícios de alongamento, fortalecimento e postura, aumentar a amplitude dos movimentos de fortalecimento e, principalmente, aumentar os músculos que a envolvem, para que possa melhorar o esforço .

O exercício também pode retardar o agravamento da quadrilha e no joelho. Os médicos recomendam pessoas que sofrem com a osteoartrite se exercitam, para poupar como trabalho na água.

Como devem ser equilibrados com alguns minutos de descanso como articulações doloridas, mas a imobilização da articulação tende a agravar a doença e não aliviá-la. O uso de cadeiras, colchões e bancos macios, pode piorar os sintomas da osteoartrite.

É importante evitar o uso de travesseiros sob os joelhos ao deitar, porque isto pode causar a força dos músculos do quadril e joelhos. Em geral, recomenda-se o uso de erguidos de encosto, colchões firmes placas na cama, assim como os equipamentos e cadeiras adaptadas, bom suporte ou calçados esportivos.

Para ajudar as pessoas que sofrem com a coluna da osteoartrite, os exercícios específicos podem, sendo necessários o uso de coletes ou topédicos como costas quando a dor é grave. As atividades devem incluir exercícios para fortalecimento muscular e exercícios aeróbicos de baixo impacto, como caminhadas, natação e esta bicicleta. Se possível, como são incentivadas as atividades normais das pessoas, continuem a exercitar-se e exercitam-se normalmente, como se divertir.

As atividades devem ser agravadas para evitar a dor da osteoartrite. Outras formas adicionais que podem ajudar a aliviar a dor de quem convive com a osteoartrite, são:

  • Fisioterapia,
  • Terapia com calor, como compressas quentes;
  • Terapia ocupacional;
  • para amplitude de movimento na água melhorando a função muscular, exercício a rigidez e o espasmo muscular
  • Aplicado para a redução de Frio pela piora, pode reduzir uma articulação;
  • Palmilhas (órteses), sapatos de apoio ou calçados esportivos;
  • Equipamentos especiais como bengalas, muletas e protetores, colar cervical ou tensor elástico nos joelhos, protegidos como articulações do uso excessivo;
  • Perda de peso, ajudando a aliviar alguma pressão sobre as defesas;
  • Estimulação elétrica, como a estimulação elétrica transcutânea do nervo;
  • Acupuntura;
  • Massagem e tratamento térmico profundo com diatermia ou ultrassonografia.

Saiba mais

+ Ômicron: Sintoma inesperado da emergência em crianças preocupações médicas
+ Vendedores do Mercadão de SP ameaçam clientes com golpe da fruta
+ Vídeo: Mãe é atacada nas redes sociais ao usar roupa justa para levar filho à escola
+ Horóscopo: confira uma previsão de hoje para seu signo
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ ‘Ictiossauro-monstro’ é descoberto na Colômbia
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Verificar o resultado
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identificação lula gigante responsável por naufrágio de navio 2011
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua


LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here