Plano para buraco profundo na Terra pode liberar energia ilimitada

0
58

Com toda a destruição do ritmo no planeta, um fator produzido ser humano, e que pode continuar, é ainda mais o fornecimento do ritmo no planeta energia ea forma como a. Por isso, desde 2020, uma empresa de energia chamada chamou a atenção com seu plano de furar o buraco mais fundo na crosta terrestre já feito.

A empresa já conseguiu levantar um total de 63 milhões de dólares depois do financiamento de capital de risco da primeira rodada. Esse já foi um ótimo começo e que poderia fazer com que a energia geormica fosse acessível para todas as populações do mundo.

O objetivo da empresa é cavar esse buraco e chegar o mais perto do centro da Terra. Ela faz isso através de uma lanterna de eficiência através de megawatts. Essa tecnologia pode um dia ser com que a energia de fusão nuclear possível.

Energia

Fragmaq

Dentre as formas de energia, a energia geotérmica ficou esquecida. Isso porque a energia solar e eólica estão dominando cada vez mais o mercado de energia verde. Com isso, qualquer esforço para explorar o grande reservatório de calor embaixo de nós atrás.

Entender o motivo disso não é uma coisa difícil. Até porque, seja uma escolha boa de energia, embora ininterrupta e ilimitada, existem muitos lugares onde as rochas quentes são protegidas para se fazer essa operação.

Até Contudo, a empresa Quaise quer mudar essa realidade fazendo uma tecnologia que irá dar a possibilidade de se fazer buracos na crosta terrestre grandes profundidades.

Até o momento, com os melhores trabalhos existentes, o ser humano conseguiu perfurar um buraco com uma profundidade de 12,3 milhas. Mesmo que essa profundidade tenha sido o limite das tecnologias existentes, ela ainda é um grande feito da engenharia.

Buraco

Alerta de Ciência

Agora, para que seja possível fazer um buraco ainda mais profundo é preciso encontrar as formas de triturar o material de volta à superfície.

Além disso, as ferramentas que serão usadas nessa escavação também precisam ser capazes de moer uma temperatura maior que 180° Celsius. Uma alternativa para isso é perfurar menos e queimar mais.

Uma solução pensada pela Quaise veio de uma pesquisa de fusão nuclear no MIT Plasma Science and Fusion Center. A empresa pensou em usar ondas milimétricas de radiação eletromagnética que forçam os átomos a derreterem juntos.

Assim, os dispositivos chamados de girotrons podem produzir, de maneira eficiente, os equipamentos contínuos de energia eletromagnética em alta velocidade magnética e poderosos.

Planos

Pensamento Verde

A empresa espera que se conecte um girotron de energia de megawatt às ferramentas de corte mais recentes, um buraco possa ser aberto através da rocha mais dura e quente. Esse caminho atingiria aproximadamente 20 milhas em questão de meses.

Já nessa profundidade, o calor da rocha circundante pode atingir temperaturas de aproximadamente 50° Celsius. Essa temperatura já é suficiente para que a água líquida seja bombeada em um estado supercrítico semelhante ao vapor, perfeito para gerar eletricidade.

Com o financiamento inicial que foram alcançados, a empresa tem uma previsão de que os dispositivos tenham sido implantados em um campo que realmente tenha sido possível nos próximos dois anos. Se tudo como o esperado, o sistema pode já estar funcionando e produzindo energia até 2026.

Outro plano é que até 2028, a empresa assuma antigas usinas de energia movidas a carvão e as transforme em instalações movidas a vapor.

Se tudo isso vai dar certo, ainda não se sabe. O certo é que o tempo para a redução de sua humanidade e limite para o global está sendo cada vez menor. Por isso, talvez esse buraco realmente seja uma solução.

Fonte: Alerta de Ciência

Imagens: Alerta de Ciência, Fragmaq, Pensamento Verde

Esse conteúdo Plano para buraco profundo na Terra pode liberar energia ilimitada foi criado pelo site Fatos Desconhecidos.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here