Empréstimo pode beneficiar 40 milhões de pessoas – Jornal Contábil

0
48

O microcrédito pode beneficiar 40 milhões de pessoas, segundo Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal. De acordo com ele, de 5 milhões de brasileiros vão tomar nos próximos 10 meses. Guimarã afirmou que em termos de volume financeiro, “poderemos ter até R$ 10 bilhões no total da operação em seis”. As declarações foram dadas ao Poder 360.

O crédito será de até R$ 1.000 para pessoas físicas, com taxas de juros de 1,95% ao mês, sendo possível parcelar em 24 vezes. Para os MEIs o investimento será de até R$ 3.000, com taxas de juros de 1,99% ao mês. A quitação também poderá ser feita em 24 parcelas.

Guimarães disse que as pessoas físicas já pediram 28 a partir de março, através do aplicativo Caixa Tem. Os microempreendedores que têm acesso ao crédito que ir a uma agência da Caixa. A exigência para os MEIs ter acesso ao crédito é ter uma renda bruta anual de até R$ 360.000.

As pessoas negativadas são o alvo dessa modalidade de avaliação. Pedro Guimarães disse na entrevista que “A maioria das pessoas, exatamente por ser negativada, estar fora do sistema financeiro tradicional, tomar dinheiro emprestado com agiotas. E, normalmente, pagam juros entre 15% e 20% ao mês. Queremos construir esse ciclo de juros exorbitantes, passando disso a algo a partir de 1,95%. Isso vai gerar um efeito de renda muito grande”.

Para quem não está negativado, ele disse que também é um bom negócio devido às taxas de juros baixas. “Essa taxa de 1,95% ao mês no crédito pessoal dificilmente você vai ter. Isso chega a ser menor até do que algum tipo de consignado. O microcrédito sem o fundo garantidor é ao redor de 3,9% ao mês”.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here