Criaturas marinhas são identificadas no navio Endurance, em 1915

0
50

Recentemente, hum navio naufragado em 1915 foi encontrado no fundo do Mar de Wendell, na Antártida. O navio Endurance afundou depois de ficar preso entre blocos de gelo, o que fez com que ele (e todos os tripulantes) ficasse impossibilitado de sair do local. Felizmente, os fomos entregues depois da expedição e foram resgatados meses.

O navio foi encontrado a três mil metros de profundidade e ainda se apresentou um bom estado de conservação após ter mais de 107 anos submerso. Com a retirada da marinha do fundo do mar gelado da Antártida, um biólogo decidiu identificar as seres que se estabeleceram no Endurance.

O biólogo da marinha, por meio de uma publicação no navio, Huw, por meio de uma publicação no Twitter, informações sobre as criaturas que não fazem parte do navio. Segundo o pesquisador, conforme as condições ao redor do Endurance e a quantidade de luz limitada no fundo do mar foram essenciais para a viagem naufragada se tornasse o lar dessas espécies, muitas delas desconhecidas.

Resistência

Twitter

“O naufrágio é incrível, mas também podemos falar sobre algumas das criaturas do fundo do mar #Antártico que agora o chamam de lar”, escreveu Griffiths em seu perfil no Twitter. À revista Galileu, o especialista explicou que os lírios do amarelo chamaram sua atenção de imediato. Segundo ele, essa espécie costumava ser comum “em todos os oceanos do mundo até o período Triássico”.

Junto a seu colega de pesquisa, Dra. Katrin Linse, Griffiths também publicaram fotos de anêmonas-do-mar da Antártida, que estão nas pranchas do navio. Além disso, eles identificaram outra criatura que pode ser um caranguejo yeti, embora ainda sem comprovação. Segundo o pesquisador, não havia registros de que essa espécie de caranguejo habitasse o Mar de Weddell.

A história do Endurance

O Endurance, navio no início de março, foi comandado pelo explorador Ernest Shackleton no começo do século 20. Ele comandava a primeira expedição pela Antártida, mas a missão deu errado quando o navio ficou preso entre blocos de gelo.

Na época, os 28 marinheiros que estava a bordo do navio voltar para casa com vida. Essa é considerada uma das grandes histórias de sobrevivência da humanidade. Antes que o Endurance começasse mesmo a partir de então, o navio chegará até o mar e esperará que o mesmo aconteça, o que eles podem ser transportados para o mesmo local.

No entanto, o que ocorreu foi totalmente ou oposto: o gelo, que se chocava constantemente contra o casco do navio, perfurou a navegação e a água gelada entrou aos poucos no Endurance. Os marinheiros assistiram o navio pouco a pouco.

Fundo do Patrimônio Marítimo das Malvinas

Nesse cenário, eles atravessam o gelo formado no mar, que era resistente ou suficiente para que os homens e se montassem sobre ele. Para sobreviver, a se alimentou de focagem, até que equipamento de ilha possa navegar e em três barcos salva-vidas e chegar à de Elefante, que é inabitada.

De lá, Shackleton e alguns marinheiros remaram 1.300 milhas em um dos barcos de salva-vidas até a ilha da Geórgia do Sul. Uma estação de caça de baleias os náufragos. Shackleton fez várias equipes para resgatar o resto de sua equipe

A descoberta do navio

Em 195, Frank Worley, o capitão da embarcação, estava determinado a localização em que quando naufragou. Desde, foram realizadas outras tentativas de encontrar o navio o Endurance, nenhuma teve resultados por conta das condições do tempo no Mar de Weddell, onde estava o navio.

resistência

Fundo do Patrimônio Marítimo das Malvinas

Agora, em março de 2022, a viagem foi encontrada a cerca de seis milhas da posição descrita pelo capitão. A missão encontrada no naufrágio chama-se Endurance fundo2 e foi organizada por um fundo2 e das Ilhas Malvinas.

Para a missão, foram utilizadas usadas de alta definição e scanners de fundo para exploração do mar. “Estamos muito felizes pela nossa sorte. Esse é, de longe, o melhor naufrágio de navio de madeira que já vi, está intacto, em um estado brilhante de conservação”, disse Mensum Bound, diretor da expedição.

Fontes: Aventuras na História e G1

Esse conteúdo Criaturas marinhas são identificadas no navio Endurance, em 1915 foi criado pelo site Fatos Desconhecidos.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here