Veja tudo o que você pode deduzir para pagar menos – Money Times

0
49

A temporada do Imposto de Renda já está a todo vapor (Imagem: Marcelo Camargo / Agência Brasil)

Todo início de ano é sempre a mesma história: impostor atrás de imposto. E, como já previsto pelos brasileiros, a temporada do Imposto de Renda já está a todo vapor.

UMA declaração do IRh começou no início de março e vai até o dia 29 de abril, às 2359. Juntar todos os documentos, listar ganhos, gastos e investimentos para ficar em dia com a Receita Federal já entrou na rotina dos primeiros meses do ano.

Apesar de ser obrigatória para quem teve rendimentos superiores a R$ 28.559,7 no ano anteriorse livrar da “mordida do leão” é o que todo declarante deseja.

O que não sabem é que, na hora da declaração, podem ser abatidos do cálculo do Imposto de Renda gastos dedutíveiscomo despesas escolares e com saúde.

Ou seja, existe, sim, uma maneira de pagar menos imposto ou, quem sabe, até transformar uma pequena quantia a pagar em uma restituição uma receber. Quer saber como? O Tempos de dinheiro listou tudo que é dedutível de tributação para te ajudar a se livrar das alíquotas que “comem” parte dos seus ganhos. Confira:

Despesas ligadas à saúde — como plano de saúde, hospitais, consultas, exames, internações, fisioterapia, psicólogos, dentistas e próteses —, tanto do declarado como de seus dependentes, podem ser restituídos no Imposto de Renda.

Além disso, também é permitido a dedução de gastos médicos fora do país.

Limite de dedução: sem limite de dedução.

Os “médios com instrução” — educação médio infantil, ensino fundamental e, educação superior, pós-graduação, mestrado, doutorado, especialização e ensino técnico/tecnológico — entram no trem da dedução.

Neste caso, as despesas também só podem ser dos contribuintes e de dependentes.

Limite de dedução: podem ser deduzidos até R$ 3.561,50 de gastos com educação.

Filhos, companheiros, pais e até mesmo netos são alguns dos pais que entram na categoria de dependentes. Verifique a lista completa de quem pode ser como dependente.

Para esta categoria, não existe um número de dependentes que podem ser incluídos na declaração.

Limite de dedução: a dedução para dependentes é de até R$ 2,27,08 na base de cálculo.

Em caso de decisão determinada por decisão judicialos declarantes têm direito a dedução, apenas do valor registrado em contrato.

Limite de dedução: até 100% do valor da pensão.

O PGBL (Plano Gerador de Benefício Livre) — plano de previdência privada —, é passível de dedução. Caso o declare de um plano de previdência tenha mais, deve somar os rendimentos recomendados na hora da declaração.

Limite de dedução: até o limite de 12% dos rendimentos tributáveis.

A contribuição ao INSS pode ser descontada da folha de pagamento de quem trabalha com carteira assinada ou recolhida pelo trabalhador trabalhador.

Em 2022, a tabela de recolhimento é a seguinte:

    • 7,5%: até um salário mínimo – R$ 1.212
    • 9%: entre R$ 1,212,01 e R$ 2,427,35
    • 12%: entre R$ 2.427,36 e R$ 3.641,03
    • 14%: entre R$ 3,641,04 e R$ 7,087,22

Não existe a possibilidade de propostas de publicação, ou caso de concessão. Nestes casos, o valor é abatido do imposto pago.

Limite de dedução: até 3% por doação ou 6% na somatória de doações.

Após preencher a declaração e deduções do Imposto de Renda 2022 — que podem ser realizadas pelo Aplicativo Gerador de Declaração (PGD) —, a Receita analisa as informações e verifica se será necessária a restituição.

Em 2022, uma restituição da tributação pode ser recebido via Imagemmas assim será aceita se a chave for igual ao CPF do titular da declaração.

Assim como nos anos anteriores, os dados e a ordem de restituição seguem as regras instituídas em leis, que estabelecem a prioridade para idosos, pessoas com deficiência, condicionadas de doenças graves e professores A restituição dos valores também segue os dados de entrega da declaração.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here