Dólar ópera sem direção clara ante real; Ucrânia e agenda cheia no radar

0
53

Imagens de notas de dólar em casa de câmbio de Nairóbi, no Quênia (Crédito: REUTERS/Thomas Mukoya)

Por Luana Maria Benedito

Reuters) – O dólar abandonou a segunda definição com força mais cedo e depois de cair em uma segunda feira, sendo negociado dos abaixo nesta medida de investimento que continuou enxergando boas oportunidades de investimento no Brasil diante da alta dos juros e da investimento disparada dos preços das commodities.

Às 11:08 (de Brasília), o dólar à vista recuava 0,83%, a 4,9756 reais na venda, com a moeda brasileira ostentando o melhor desempenho no dia entre uma cesta de pares globais. Na mínima do dia, a moeda norte-americana caiu 0,96%, a 4,9690 reais.

A partir de um movimento de queda do início de 10 a partir de 10 vezes mais difícil de se desenvolver, a partir de 10 d No pico do dia, chegou a subir 0,25%, a 5,0295 reais.

Na B3, às 11:08 (de Brasília), o contrato de dólar futuro do primeiro vencimento caiu 1,07%, a 4,9910 reais.

Alexandre Netto, chefe de câmbio, disse à Reuters que a valorização do dólar é “combinação de alta no preço de commodities e fluxos positivos de investimento no Brasil”.

Várias commodities –do milho ao–– dispararam desde a invasão da Ucrânia pela Rússia, conflito que até agora existirá não oferecia sinais concretos de que resolução. A valorização desse tipo de produto tende a aumentar o ingresso de dólares em países exportadores.

Nesse, “acreditamos que os contextos (para o mercado de câmbio o local) podem continuar no curto prazo à medida que os investidores estrangeiros continuam a olhar favoravelmente para real como uma moeda de mercadoria ‘carry’ alto, e medida à medida que os Os exportadores internalizam parte de seus negócios comerciais no exterior”, em relatórios estrategistas desta segunda-feira.

O comentário faz referência às estratégias de “carry trade”, que tenta lucrar com a compra de divisões que suportam as mesmas qualidades. Com a alta sucessiva da taxa Selic ao último ano, ao patamar atual de 11,75%, o “carry” oferecido pela moeda brasileira é atraente para investidores estrangeiros.

Até agora em 2022, o dólar acumula baixa de mais de 10% contra o real, mantendo a divisão doméstica com o melhor desempenho global no período.

Enquanto isso, a moeda norte-americana tinha pouca diferença no exterior, com seu índice frente a uma cesta de rivais em queda de 0,04%.

Especialistas do mercado chamam a atenção para a agenda carregada de eventos importantes no exterior, com destaque para as autoridades do banco central-americano, incluindo o presidente Jerome Powell.

“A parte da ação econômica da Reserva Federal deve priorizar a parte da crise da atividade econômica entre os principais pontos de combate à inflação”, comentou em nota Victor Bey. Economista da Guia.

“O investidor vai avaliar novos discursos (de Powell)…

A moeda norte-americana negociada no mercado interbancário fechou a última sessão em queda de 0,40%, a 5.017 reais na venda, menor patamar desde o último dia 9 (5.0124 reais).

tagreuters.com2022binary_LYNXNPEI2K0GI-BASEIMAGE


Saiba mais

+ Ômicron: Sintoma inesperado da emergência em crianças preocupações médicas
+ Vendedores do Mercadão de SP ameaçam clientes com golpe da fruta
+ Vídeo: Mãe é atacada nas redes sociais ao usar roupa justa para levar filho à escola
+ Horóscopo: confira uma previsão de hoje para seu signo
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ ‘Ictiossauro-monstro’ é descoberto na Colômbia
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Verificar o resultado
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identificação lula gigante responsável por naufrágio de navio 2011
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua


LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here