Cesp inicia operação de 1ª usina termossolar do Brasil, estuda novas tecnologias

0
66

Linhas de transmissão de energia em Brasília (DF)

Por Letícia Fucuchima

SÃO PAUL (Reuters) – A CespO colocou em operação uma planta piloto de utilização de geração termossolar, que o calor do sol para produzir energia elétrica, avançando com sua proposta de estudar e integrar novas tecnologias ao portfólio.

Erguida no município de Rosana (SP), uma usina tem 0,5 megawatt (MW) de capacidade e é a primeira do Brasil a usar uma fonte, também chamada de heliotérmica ou CSP, que tem características diferentes da solar fotovoltaica, bastante disseminada e aplicado em usinas de pequeno a grande porte.

A maior fonte solar, já com desenvolvimento em países como Estados Unidos e China, utiliza um processo semelhante ao de termelétricas tradicionais. Em vez de gerar combustíveis fósseis, recorre ao calor do sol para um fluxo de turbinas que produz vapor e eletricidade.

sistema construído pela Cesp –controle pela VTRM, uma joint venture entre Votorantim e Pension Plan Investment Board– usa calhas parabólicas, apresentadas por painéis selecionados por espelho que seguem a posição do sol.

O calor aquece um fluido que circula por tubos elétricos na linha de foco dessas calhas.

Segundo Luis Paschoalotto, gerente de Engenharia de Operação e Manutenção da Cesp, a principal vantagem da fonte heliotérmica em relação a outras renovações duradouras é a possibilidade de armazenamento de calor para utilização em momentos de maior necessidade para o sistema elétrico.

“Quando transformamos o raio solar em calor, em fluido quente, é relativamente simples de guardar essa energia. No nosso tanque num tanque de óleo quente… como as fontes solares são prioridade à guarda, conforme a nuvem… como podemos estocar calor, a produção é uma para manter a essa nuvem da planta”, explica.

Os custos relacionados ao desenvolvimento de uma usina termossolar são mais recentes que os ganhos de uma usina fotovoltaica, mas a uma tendência de ganho de escala.

Paschoalotto afirmou que a companhia mapeou duas aplicações para a tecnologia: a geração de energia centralizada, principalmente em usinas de 30 a 50 MW, o aproveitamento do calor em processos industriais, como na cogeração. Nesse caso, as últimas aplicações ainda estão em fase de estudos de estudos.

A milhões da Cesp começou a ser desenvolvida em 2017 e investimentos recebidos de uma usina de pesquisa e desenvolvimento (P&D) da Agência Nacional de Energia Elétrica. São parceiros no projeto Instituto Lactec, Eudora Energia, MRTS Consultoria e MFAP Consultoria.

NOVA FONTE

A usina termossolar foi instalada no complexo de energias alternativas da hidrelétrica Porto Primavera, uma espécie de laboratório da Cesp para “tatear” novas tecnologias, como hidrogênio verde e sistemas de armazenamento de energia, disse Paschoalotto.

“A companhia criou esse laboratório… para que em algum momento use esse know-how adquirido.”

A Cesp está em processo de incorporação à nova geradora de energia dos controladores Votorantim e Canada Pension Plan Investment Board. O novo veículo elétrico para investimentos diversificados em energia GW combinando as hidrelétricas da Cesp da Votorantim Energias eólicas, além de uma carteira de 1,9 GW em projetos.

TERMOSSOLAR EM CASA

Em linhas gerais, a tecnologia do projeto da Cesp é a mesma utilizada em aquecedores solares de água, equipamentos com adoção ampla no Brasil e que podem ajudar a aliviar o sistema elétrico em equipamentos de ponta, a Associação Brasileira de Energia Solar Térmica (Abrasol ).

Um levantamento da entidade aponta que o volume de aquecedores solares já está quase no mesmo país é equivalente a 13,5 gigawatts (GW), que é quase a mesma potência da usina hidrelétrica de Itaipu.

Recentemente, a entidade cobrou do governo a inclusão de tecnologia em planos de expansão de energia.

“É uma omissão inexplicável, pois se trata de uma tecnologia totalmente nacional, extremamente eficiente e capaz de ajudar o Brasil a evitar blecautes”, disse Luiz Antônio dos Santos Pinto, presidente da Abrasol, em comunicado.

(Por Letícia Fucuchima)


Saiba mais

+ Ômicron: Sintoma inesperado da emergência em crianças preocupações médicas
+ Vendedores do Mercadão de SP ameaçam clientes com golpe da fruta
+ Vídeo: Mãe é atacada nas redes sociais ao usar roupa justa para levar filho à escola
+ Horóscopo: confira uma previsão de hoje para seu signo
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ ‘Ictiossauro-monstro’ é descoberto na Colômbia
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Verificar o resultado
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identificação lula gigante responsável por naufrágio de navio 2011
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua


LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here