Abono salarial PIS/Pasep: Trabalhador pode receber mesmo com o nome sujo?

O trabalhador pode o abono salarial do PIS/Pasep mesmo com nome sujo, ou seja, com seu CPF registrado nos órgãos de proteção ao crédito, como Serasa e SPC.

A resposta é sim! O trabalhador pode o abono salarial do receber PIS/Pasep mesmo com nome sujo, ou seja, com seu CPF registrado nos órgãos de proteção ao crédito, como Serasa e SPC.

Isso porque, o fato de estar ou não é pré-requisito para o nome de recebimento, uma vez que é concedido benefício caso o cidadão não tenha trabalhado com carteira assinada no ano sujo de apuração.

Entretanto, entretanto, o nome sujo pode dificultar ou mesmo impedir que o trabalhador contrate de crédito, até o nome sujo por bancos e instituições financeiras. Contudo, nada tem a ver com o abono salarial.

Quem pode receber o abono salarial?

Para receber o benefício o trabalhador deve cumprir os seguintes requisitos:

  • Estar inscrito há pelo menos 5 anos no PIS/Pasep;
  • Recepção recebida de dois, não aceita-base;
  • Ter atuado de carteira assinada, por menos, 30 dias no decorrer do ano-base;
  • possui seus dados devidamente repassados ​​pelo empregador ao RAIS (Relação de Informações Sociais).

Vale que se sobressaia como deste modo se refere ao ano-base 2020. Ou, aqueles que trabalharam em 2020 e cumpriram os requisitos mencionados podem ser o benefício.

Calendário de pagamentos

Os inícios começaram ainda em fevereiro, porém, devido ao período de carnaval o calendário teve uma pausa, retornando com os repasses somente desta semana. Veja quem ainda falta receber.

PIS

  • Nascidos em agosto: receba dia 17 de março;
  • Nascidos em setembro: receba dia 22 de março;
  • Nascidos em outubro: receba dia 24 de março;
  • Nascidos em novembro: receba dia 29 de março;
  • Nascidos em dezembro: receba dia 31 de março.

Pasep

  • Final da inscrição 7: receba dia 17 de março;
  • Final da inscrição 8: receba dia 22 de março;
  • Final da inscrição 9: receba dia 24 de março.

O PIS é pago aos trabalhadores da iniciativa privada (que trabalha de carteira assinada), o Pasep é pago para os servidores públicos.

Veja o que é sucesso na Internet:


Publicado

em

por

Tags:

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *