Vtor Pereira comenta falhas da arbitragem e diz que critrio estava ‘diferente’ em Drbi

0
44

[ad_1]

O Corinthians foi derrotado por 2 a 1, nesta quinta-feira, em clássico contra o Palmeiras, no Allianz Parque, pelo Paulistão. Mesmo se tratando de um Dérbi, o que chamou a atenção foi o critério da arbitragem em diversos momentos da partida.

Ainda no começo da primeira etapa, o árbitro Matheus Delgado Candançan, de 23 anos e que apitou o primeiro clássico de sua carreira, poupou alguns cartões amarelos para os atletas palmeirenses. Em entrevista coletiva após o fim da partida, o técnico Vítor Pereira afirmou que não faltou vontade de seu elenco e analisou a postura da arbitragem.

Vontade não faltou (do elenco). Agora, dificuldade para se adaptar a um campo que é sintético, diferente do nosso. É um adversário que tenta pressionar alto, de forma agressiva. Eu não gosto de criticar os árbitros porque todos nós erramos, eu também erro como treinador e, por isso, temos direito a errar e corrigir os erros. Agora, o critério estava um pouco diferente“, afirmou Vítor Pereira.

“(O árbitro) Deixou o jogo rolar numa agressividade no limite. Em determinadas situações do jogo, se ele tivesse dado cartão amarelo, o Palmeiras não poderia ter jogado da forma agressiva como jogou. Isso nos limitou. Mas não gosto muito de falar de árbitro, de ter essa desculpa. Nós temos que melhorar para que, quando pegar uma equipe como essa, melhorar o desempenho ofensivo, perceber os espaços que podemos atacar. Tivemos essa dificuldade no primeiro tempo, faltou paciência para circular a bola. Isso nos criou algumas dificuldades”, completou o técnico do Timão.

O novo treinador do Corinthians, no comando da equipe em duas semanas, ainda destacou que a postura do árbitro ajudou o rival a crescer cada vez mais ao longo da partida. Os primeiros cartões amarelos do jogo, por exemplo, foram para atletas alvinegros. O primeiro e único jogador amarelado do adversário foi Zé Rafael, aos dez minutos do segundo tempo, por falta em Willian.

“Fundamentalmente, a agressividade que o Palmeiras entrou e a falta de mobilidade da nossa parte para encontrar espaços, sem movimentos na profundidade. Não fizemos as trocas nas marcações individualmente que o Palmeiras faz, excesso de agressividade que não foi sancionado, com faltas perigosas em saídas para o nosso ataque, anulando contra-ataques”, citou Vítor.

Foram ganhando confiança de que poderiam ser cada mais agressivo porque não tinham cartões. Fomos amarelados, houve uma diferença de critérios, também entendo pela idade e experiência do árbitro, em um jogo desta natureza. Agora, o Palmeiras foi mais agressivo defensivamente, a gente faltou capacidade de sair da marcação. É um processo que temos“, completou o técnico.

O próximo compromisso do Corinthians acontece já neste domingo. Já classificada para as quartas de final, a equipe do Parque São Jorge fecha a fase de grupos do estadual diante do Novorizontino, às 16h, fora de casa.

Veja mais em:
Vtor Pereira, Drbi, Arbitragem, Erros de arbitragem, Campeonato Paulista e Corinthians x Palmeiras.

[ad_2]

Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here