Morre a princesa Micaela d’Orléans, condessa de Paris, aos 83 anos

0
89

[ad_1]

Também conhecida como condessa de Paris, a princesa Micaela d’Orléans morreu nesse domingo (13/3), na casa onde morava na Rue de Miromesnil, na Cidade Luz. Ela estava com 83 anos e era viúva de Henri d’Orléans. Desde a morte do marido em 2019, a profissional de comunicação e editora de arte adotou um estilo de vida discreto e longe dos holofotes.

Quem revelou o falecimento de Micaela foi o enteado Juan d’Orléans, atual conde da Casa de Paris. Ele não deu detalhes. “Sua Alteza Real, a princesa Micaela, com quem o meu pai se casou no segundo matrimônio, morreu no domingo 13 de março. Envio minhas sinceras condolências ao seu filho, Alexis Francis-Boeuf, e aos seus entes queridos”, escreveu na declaração.

Foto colorida. Princesa Micaela d'Orléans e Jean d'Orléans. Eles estão sentados
Princesa Micaela d’Orléans com o enteado Jean d’Orléans

Micaela nasceu na cidade francesa de Vichy. Antes de casar e se tornar a condessa de Paris, ela ostentava sobrenomes poderosos, como Cousiño e Quiñones de Léon. A mãe dela Antonia Quiñones de Léon e Banuelos detinha o título de marquesa espanhola de San Carlos, enquanto o pai, Luis Maximiliano Cousiño y Sébire, era o herdeiro de uma influente família chilena.

Em 1961, Micaela selou a união com Jean-Robert Boeuf, com quem teve um filho, Alexis. O casal se divorciou cinco anos depois.

Antes de seguir carreira como editora de arte, ela trabalhou em uma rádio e, em seguida, em uma agência de imprensa. Ao longo de 10 anos, ficou responsável pelo departamento de comunicação do então primeiro-ministro da França, Raymond Barre, e de outros políticos, como o ministro da Economia e Finanças Valéry Giscard d’Estaing. Depois, Micaela virou funcionária na Associação de Investigação.

Foto colorida. Princesa Micaela d'Orléans e Alexis Boeuf abraçados
Princesa Micaela d’Orléans com o filho, Alexis Boeuf
História de amor

Micaela e Henri d’Orléans, o conde de Paris, se conheceram em um restaurante em 1974. Em entrevista ao jornal francês Point De Vue, ele contou ter se apaixonado “pela jovem loira encantadora de olhos verdes”. “Para mim, foi amor à primeira vista”, destacou. À época casado, o integrante da Casa Real de Paris convidou o “grande amor” para jantar no dia seguinte após o primeiro encontro.

“Fomos dançar e acordamos juntos. Nosso encontro aconteceu no dia 21 de janeiro. Data da morte de Luís 16”, confidenciou Henri ao Point De Vue. Para ficar com Micaela, ele se separou da mulher, a duquesa Maria Theresa de Württemberg. Da relação, tiveram cinco herdeiros. O casal apaixonado firmou a união no civil em 1984 e gerou descontentamento de familiares.

Micaela recebeu o título de princesa de Joinville em 1990, e se tornou condessa de Paris com o predicado de alteza real em 2003. Como Henri conseguiu a anulação do primeiro casamento pelo Vaticano, o casal subiu ao altar para selar o amor em uma cerimônia religiosa em 2009. A união durou mais 10 anos. Em 2019, o conde de Paris morreu.

Foto colorida. Henri e Micaela d'Orléans abraçados
O casal apaixonado

Para saber mais, siga o perfil da coluna no Instagram.



[ad_2]

Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here