Dennis DJ remixa nomes fortes do sertanejo e do piseiro em Impossível

0
68

[ad_1]

Dennis DJ tornou público O Impossível, seu mais novo álbum. A música de lançamento Eu Vou, contou com a participação de Luan Santana. Não é só o sertanejo que está presente no disco. Nomes de peso, como Matheus & Kauan e Felipe Araújo também fizeram parceria com o músico. O DJ conversou com o Metrópoles sobre a novidade e seus planos para 2022.

Dennis lança Sentimento Zero, funk com Os Barões da Pisadinha

Oriundo do funk, Dennis começou a experimentar a mistura de ritmos em 2012, quando gravou o seu primeiro funknejo, Louca Louquinha, com João Lucas e Marcelo. “Eu escrevi essa música e a dupla gravou. Depois, eu vim fazendo vários feats e vim fazendo essa mistura com uma galera que foi uma experiência incrível”, contou ele, lembrando de suas parcerias com Wesley Safadão, Henrique e Diego, Marília Mendonça, Maiara e Maraísa, Xandy Avião, Thiaguinho, Cláudia Leitte, entre outros.

0

Para o DJ, esse é um momento muito bom para trocar experiências. “Eu sempre fui acostumado a gravar com os funkeiros e, de repente, você começa a gravar outros estilos, você acaba trocando experiências de estúdio mesmo, crescendo mais no estúdio e pegando cantores com mais experiências ou com outro jeito de gravar e você acaba pegando uma experiência como um todo, é muito legal”, explicou.

Para ele, o sucesso vem dessa mistura de gêneros. “Vejo esse sucesso como se eu estivesse consolidando o meu trabalho nesses anos todos fazendo essas misturas. Estou consolidando essa ideia que eu tive lá atrás, quando nem todo mundo fala em feats. Eu comecei a fazer com a galera do funk, depois comecei com a galera do sertanejo, pagode, fui misturando, misturando e foi virando essa salada musical que está hoje. Fico feliz com tudo isso e ver que a galera está curtindo até hoje, porque a ideia era essa, misturar os públicos, os cantores. Quando você mistura, você acaba ganhando mais força e aí vem o sucesso”, pontuou.

O produtor ainda pontuou como faz a batida para cada parceria. “Eu costumo pegar a voz do artista e vou sentindo, não tem nada a ver com o artista não, tem a ver com o que eu estou sentindo naquele momento. ‘Ah, vou fazer o beat mais agressivo, mais calminho’, eu vou sentindo a música e vou deixando rolar. Às vezes eu faço uma produção toda, apago tudo e refaço, depende muito”, contou.

Para 2022, Dennis já tem planos e promete: “Se Deus quiser, a volta dos eventos agora sem as pausas, sem bloqueios. Estou muito confiante, tenho planos para o Baile do Dennis, dar uma renovada no show em várias questões, que eu não posso falar agora, continuar trabalhando o meu álbum O Impossível, que ainda vai ter uma parte 2, só com piseiro. No 2º semestre, vou voltar a fazer os meus funks mesmo, voltar às minhas raízes”.

Entretanto, Dennis ainda não sabe quando sua principal apresentação volta à capital. “Agora você me pegou, eu vou ter que perguntar aqui como está essa questão do Baile do Dennis para Brasília. (risos) Eu ia tocar em Brasília agora no Carnaval, mas acabou não rolando, devido à pandemia. Mas eu não vejo a hora de reencontrar o meu público de Brasília”, finalizou.

Quer ficar por dentro do mundo dos famosos e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles: https://t.me/metropolesfamosos

[ad_2]

Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here