no YouTube agências de notícias da Rússia

0
44

O YouTube bloqueou todos os conteúdos de agências de notícias que sejam financiadas pelo governo da Rússia no mundo inteiro nesta sexta-feira (11). De acordo com a empresa, serão removidos todos os conteúdos que neguem, minimizem ou banalizem “eventos violentos bem documentados”.

A decisão foi tomada após o bloqueio de canais de agências estatais da Rússia, como os usuários do YouTube na Europa. Uma equipe faz Olhar Digital tentou acessar os canais das duas agências, mas ambos são informados como indisponíveis neste país.

publicidade

Canais podem ser encontrados na busca, mas não podem ser acessados. Crédito: YouTube/Reprodução

Bloqueio atende sucursais

versões em outros idiomas das agências de notícias Mesmo estatais da Rússia, como a versão em espanhol da RT, ou a sucursal brasileira da Sputnik, também estão indisponíveis no Brasil. Porém, no início da tarde, ainda era possível acessar os canais dos portais na plataforma de vídeos.

No início de março, já nos primeiros dias da invasão da Rússia à Ucrânia, o YouTube tomou duras contra o regime de Vladimir Putin. A rede plataforma de vídeos foi uma das primeiras a bloquear o menos conteúdo das notícias estatais russas, porém, não foi a última e muito a única.

Leia mais:

Sanções do YouTube à Rússia

Anteriormente, inclusive, o YouTube já havia impedido que esses meios gera receita em sua plataforma Através da publicidade e acesso restrito a esses canais na Ucrânia. O objetivo era conter o que a plataforma chamou de “desinformação russa sobre a guerra”.

Além do Youtube, outra grande plataforma de vídeos também bloqueia a geração de conteúdo no país. No TikTok, os usuários da Rússia podem assistir apenas vídeos antigos ou que foram gravados em território russo, além de vídeos e vidas feitos na Rússia tiveram seu alcance limitado ao país.

Através da: A Beira

Já assistu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? inscreva-se no canal!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here