homem acusado de estuprar mais de 10 crianças morre em presídio

Porém, a sentença que extingue a punibilidade do acusado diz que a morte provavelmente foi um homicídio. De acordo com a DGPA, a Polícia Civil apura o caso. De acordo com a corporação, a comprovação da causa da morte depende do laudo pericial do óbito.

Crimes

José foi preso por meio da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) pelo crime de violação de vulnerável contra, pelo menos, dez crianças na capital goiana.

As crianças iniciaram após um DPCA, 5 anos, conhecido como “Darinho”, teria, de tese, criança o crime de discriminação em vulnerabilidade contra uma criança Goiânia, o crime de discriminação em vulnerabilidade contra uma criança Goiânia.

No decorrer da investigação, descobriu-se-o que o autor não teria dados de investigação de apenas um estudo, mas também uma série de crimes, pelo menos, sendo contabilizada a existência, oito crianças vítimas.

Segundo a polícia, os crimes aconteceram havia mais de 20 anos, desde 2000, perpetuando-se até os dias atuais, tendo como alvo crianças entre 6 a 12 anos.

Conforme a corporação, os abusos consistem na prática de sexo oral, conjunção carnal, toque nas partes íntimas (seios, vulva e nádegas), masturbação, estimulações nos clítoris de crianças enquanto dormiam, ameaças sexuais no sentido de que iria “tirar o cabaço” , dentre diversas outras situações de conotação explicitamente sexual.

Após a consumação de seus atos, ameaçava-se como vítima ou em silêncio e não se expusessem aos familiares do ocorrido.


Publicado

em

por

Tags:

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *