Com dois gols de Cano, Fluminense vence o Olímpia na pré-Libertadores

0
40

O Fluminense viveu um carrossel de emoções durante a partida de ida pela 2ª fase da pré-Libertadores na noite desta quarta-feira (3/9). O Tricolor bateu o Olímpia por 3 x 1 no Nilton Santos. A equipe saiu na frente com Cano na primeira etapa, mas cinco minutos depois viu Fábio cerca de entregar um gol para Derlís Gonzales, que empatou. No segundo tempo, Luiz Henrique e Cano, novamente, decretaram a vitória.

Essa foi a 12ª vitória seguida da equipe carioca.

Agora, qualquer classificação classifica o Flu para a fase de grupos da Libertadores. As duas equipes voltam a se enfrentar na próxima quarta (16/3), no Defensores Del Chaco, em Assunção, no Paraguai.

Resumo da partida

O jogo começou com o Flu E o tempo paraguaio. Empurrado pela torcida, o Tricolor buscou como primeiras chances do jogo. Logo no início, a equipe começou a ganhar volume a acumular e tentou contra o gol de Oliveira.

pressão deu resultado com 10 doados. Após escanteio, Luiz Henrique desviou no primeiro pau e Cano, sozinho, marcou o gol da equipe carioca para explodir o Nilton Santos.

Só que a alegria do Fluminense durou apenas 5 minutos. Em um lance infeliz do goleiro Fábio saída de bola, o goleiro deu a bola no pé de Derlís Gonzales dentro da área. O atacante paraguaio não perdoou e deixou tudo igual no placar.

O empate desestabilizou o Flu, que deixou de ser criativo e passou a mais combativo. As marcas amarelas serão escolhidas para serem mais precisas e distribuídas pelos juízes para a tomada de decisões. Pouco se criou em diante e nas arquibancadas, o descontentamento foi visível.

Ao fim da primeira etapa, a torcida vai ou a hora na saída de campo.

E logo depois do intervalo, o Flu foi reanimado como volta do intervalo. Em uma jogada de muita habilidade, Luiz Henrique foi para cima da marcação, deixou dois para trás e cruzado, sem chance para o goleiro do Olímpia.

Como resposta, a equipe paraguaia começou a fazer uma sequência de faltas duras. Em uma delas, Luiz Henrique acabou se mostrando e que deixou em campo após forte.

Só que com a força da torcida, o Fluminense buscou mais um. Arias achou William quase cruzou rasteiro, Oliveira interceptou, mas a bola acabou caindo nos pés de Cano, que ampliou, 3 x 1.

O Olímpia buscou diminuir e em duas situações, Fábio foi crucial e conseguiu se redimir do erro na primeira etapa com duas grandes defesas.

Quer ficar por dentro de tudo que rola no mundo dos esportes e as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles: https://t.me/metropolesesportes

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here