Rússia volta a prometer corredor humanitário em Kiev e mais 3 cidades

0
81

Após um fim de semana de fracassos em garantir a evacuação de civis das cidades ucranianas alvos da guerra em pleno invernoo governador russo das comunicado frente informando sobre uma nova segunda-feira (7/3), a partir das 10h (horário local, cinco à de Brasília).

Os russos prometem um cessar-fogo para possibilitar a evacuação de civis em Kiev, Kharkov, Sumy e Mariupol, onde as pessoas estão sem água e sem conhecimento.

O comunicado russo diz que os corredores humanitários serão abertos “levando em consideração um pedido pessoal do presidente da França, Emmanuel Macron, ao presidente da Rússia, Vladimir Vladimirovich Putin”.

Como nos dias anteriores, porém, os russos fazem ameaças e tentar jogar a responsabilidade por um eventual novo fracasso para força, os russos.

0

“Todas as áreas de criação de cidadãos e garantias garantidas do lado do lado são rigorosamente conforme as condições para os corredores humanitários nas áreas de criação exclusiva e garantida uma retirada organizada de cidadãos e cidadãos estrangeiros”, diz o comunicado. “Alertamos como tentamos fazer do lado ucraniano mais uma vez todas as vezes na Rússia e todo o mundo civilizado ao Interromper a operação racionalmente, supostamente por culpa da Federação Russa, desta vezúteis”, diz ainda o texto.

As forças russas informaram que, apesar do cessar-fogo, vão “monitorar” a evacuação com tropas e drones.

Dia amanheceu com bombardeios em Mykolaiv

Apesar de oferecer um cessar-fogo, Rússia iniciou esta feira bombardeando uma cidade que não está listada entre as que terão corredores humanitários. Trata-se de Mykolaiv.

A última, que fica no litoral de Mar Negro, já havia sido tomada pelos russos, ou que obrigou os próprios ucranianos a anteriorrem cidade, na sexta-feira (4/3), ou principal navio de guerra do país. A decisão ocorreu em razão do risco que russos capturassem a crânio e usassem contra as forças armadas.

Durante o fim de resistências semanais, porém, a maior parte dos invasores radicais, porém, conseguiu expulsar o porto aeroporto. Os russos respondem, agora estão com esse bombardeio, claros alvos ainda não.

A mídia ucraniana e testemunhas também noticiaram que, no amanhecer desta segunda, uma forte explosão em um depósito de combustível na província separatista de Luhansk, que teve uma independência reconhecida pela Rússia no movimento político que antecedeu a invasão, no último dia 24 de fevereiro .

Veja:

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here