Menino de 13 anos ficou em 1° lugar em direito na UFRRJ

0
73

A educação realmente muda a vida das pessoas. Em uma população consciente sabe fazer e evitar erros que já foram melhores, no passado. Ademais, a educação abre inúmeras portas para as pessoas. Por isso, a maior parte delas sonha em ir para uma faculdade, como é o caso desse menino de 13 anos.

O menino chamado Caio Temponi foi aprovado na última terça-feira em primeiro lugar no curso de direito da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ). Embora o adolescente seja novo, essa não é a primeira vez que ele é aprovado no vestibular.

Natural de Três Rios, Rio de Janeiro, ele já foi aprovado no passado no curso de administração da Universidade Estadual do Ceará (UECE). Por mais que tenha sido aprovado antes de terminar o ensino médio, ele optou por terminar essa primeira série antes de seguir para o ensino superior.

Aprovação

UOL

De acordo com a mãe do menino, Laurismara Temponi, essa foi a primeira vez que o filho fez o Enem. E por mais que ele tenha sido aprovado, não existem planos para que o menino faça o curso agora.

“Eu e meu marido ainda conversamos com ele, e ele disse que ainda quer ficar na escola, porque ele é muito novo, já pulou anos e quer ficar com os amigos, vivenciar a três adolescência. No final do ano, quando ele fizer o exame novamente, a gente volta a conversar com ele”, disse ela.

Atualmente, Caio está no segundo ano do Ensino Médio porque pulou o primeiro, o terceiro e oitavo anos do Ensino Fundamental. O menino estuda em uma escola particular em Fortaleza, ea família mudou para a capital em dezembro para acompanhar o filho em seus estudos.

“Ele se interessou muito, então nós viemos para cá. Estamos longe da família, de tudo, não é fácil, mas vale a pena”, pontuou a mãe.

Vida escolar

UOL

A família se mudou para Fortaleza logo depois de Caio ter passado em primeiro lugar no exame da Escola Preparatória de Cadetes do Ar (Epcar), em Barbacena (MG). Com a aprovação, ele foi o mais novo a passar no concurso e acertou todas as questões.

Mesmo assim, o menino quis seguir o seu sonho de se tornar juiz federal e também estudar para outros vestibulares. Esse sonho de ser juiz veio, segundo a mãe de Caio, na época da Operação Lava Jato, em março de 2014.

“Temos alguns primos mais distantes que são advogados, mas ninguém próximo é da área do direito. Ele começou com isso com uns 5 anos. Acho que se encantou com toda aquela força que estava segura. Eu cheguei a falar para ele fazer medicina, porque ele iria se formar cedo e teria que esperar para prestar o concurso para juiz. Mas ele não quis, quer mesmo ser juiz federal”, contorno.

O mais interessante é que está sendo preparado para o vestibular de direito o estava em uma turma de estudos do Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA), cujo foco é maior na parte das ciências exatas. Isso fez com que as questões de matemática fossem quase todas gabaritadas por ele, menos uma.

O menino recebido sua vaga e com 940 na redação, cuja execução máxima é 10 pontos. “Mas ele não gostou, falou que achou ruim”, afirmou a mãe.

Ensinamento

Além de gostar de estudar, o menino também compartilha seus conhecimentos. Ele tem um canal no YouTube, o “Gabaritando com Caio Temponi”, onde publica vídeos ensinando como fazer exercícios de matemática para os seus mais de 13 mil inscritos.

“É gostoso para mim e para o meu marido porque realmente vemos que não é só inteligência dele. Ele luta bastante, corre atrás. Tem pouca idade, mas tem muita responsabilidade. A gente sempre fala que em primeiro lugar é a felicidade dele e depois vem os estudos. Nós saímos da nossa cidade, mas estamos vendo que ele está feliz. Então estamos felizes juntos”, concluiu a mãe de Caio.

Fonte: UOL

Imagens: UOL, YouTube

Esse conteúdo Menino de 13 anos ficou em 1° lugar em direito na UFRRJ foi criado pelo site Fatos Desconhecidos.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here