“Fertilizantes são questão emergencial no Brasil”, diz a senadora Simone Tebet

0
53

Após participar de uma reunião fechada com o presidente da PetrobrásJoaquim Silva e Luna, na sede da estatal, no Rio de Janeiro, nesta sexta-feira (4), senadora Simone Tebet (MDB-MS) e pré-candidata ao Planalto afirmou à CNN que a produção de fertilizantes no Brasil é uma questão emergencial a ser resolvida no país.

O foco do encontro foi tratar dos impactos da guerra entre Rússia e Ucrânia na economia brasileira.

A líder da bancada feminina no Senado chama a atenção para as consequências desse cenário a curto prazo. “Sem fertilizantes cai, os alimentos brasileiros são muito estimados, a produção do povo caro. Fertilizantes são uma questão emergencial no Brasil”, afirma.

De acordo com o Tebet, os desdobramentos do conflito no Leste Europeu reforçam esse gargalo do agronegócio no país. “UMA [presença] da Rússia na safra, uma guerra mundial, está fazendo com que nós não tenhamos segurança para a próxima safra, de que teremos fertilizantes hidrogenados já”, destaca.

“O Brasil é dependente da fertilização que vai pro agronegócio, que faz com que a produção seja em abundância e, com isso, faça com que os preços caiam”, complementa.

A Ministra da Agricultura, Tereza Cristinae entidades do setor agrário, como a Confederação Nacional da Agropecuária (CNA), já alertaram nesta semana, sobre os riscos de desabastecimento para a safra iniciada em setembro ano.

Neste período, o Brasil planta, principalmente, o milho ea soja. Os dois produtos são os carros-chefes das exportações brasileiras.

Custo dos Combustíveis

A também disse ter discutido com representantes da Petrobras sobre o impacto dos conflitos parlamentares entre Rússia e Ucrânia no preço dos produtos químicos.

Tebet que os projetos estão sendo testados e propostos um fim de solução para o mercado internacional no custo do diesel e da gasolina.

“O que está sendo proposto é fazer um colchão de estabilização, uma forma de poupar quando estiver na baixa e de injetar o dinheiro para subsidiar quando estiver em alta, fazendo uma poupança”, explica.

Para a senadora, a conjuntura geopolítica também afeta o preço da gasolina, mas a situação mais delicada é a do diesel.

“Principalmente do diesel, porque o diesel é um efeito cascata, ele gera um impacto incalculável na vida das pessoas. Nós não podemos quase chegar mais com o diesel a R$ 7”, um senador.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here