Mais de 4.300 são detidos na Rússia em protestos contra a guerra

0
41

LONDRES (Reuters) – A polícia russa deteve mais de 4.300 pessoas neste domingo em protestos em todo o país contra a invasão da Ucrânia pelo presidente Vladimir Putin, de acordo com um grupo independente de monitoramento.

Milhares de manifestantes gritavam “Não à guerra!”, segundo vídeos postados nas redes sociais por ativistas e blogueiros da oposição.

A Reuters não conseguiu controlar de forma independente como imagens e fotografias nas redes sociais. O Ministério do Interior da Rússia disse anteriormente que a polícia havia detido cerca de 3.500 pessoas, incluindo 1.700 em Moscou, 750 em São Petersburgo e 1.061 em outras cidades.

O Ministério do Interior informou que 5.200 pessoas participaram dos protestos. O grupo de monitoramento de protestos OVD-Info teria documentado a detenção de, pelo menos, 4.366 pessoas em 56 diferentes cidades.

“Os Tbilisi estão, estão sendo censurados totalmente, estamos dizendo Maria Kuznet militar, por telefone de OV.

(Reportagem de Guy Faulconbridge)


Saiba mais

+ Ômicron: Sintoma inesperado da emergência em crianças preocupações médicas
+ Vendedores do Mercadão de SP ameaçam clientes com golpe da fruta
+ Vídeo: Mãe é atacada nas redes sociais ao usar roupa justa para levar filho à escola
+ Horóscopo: confira uma previsão de hoje para seu signo
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ ‘Ictiossauro-monstro’ é descoberto na Colômbia
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Verificar o resultado
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identificação lula gigante responsável por naufrágio de navio 2011
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua


LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here