veja os principais fatos e curiosidades

0
51

Em 2022, um dos impostos mais conhecidos entre os brasileiros completa 100 anos: o Imposto de Renda.

Tema de campanha de redução de muitas pessoas, há concursos como relação dos impostos da maioria, redução das pessoas de debates, como limitação dos impostos da maioria das pessoas, redução das pessoas e promessas de lucros e da promessa de lucros e da promessa de pessoas.

A reforma do Imposto de Renda foi enviada pelo governo ao Congresso Nacional e em proposta de aprovação pela Câmara dos Deputados de 2021. No entanto, agora ela está paralisada no Senado Federal.

No Senado, ou relator é Ângelo Coronel (PSD-BA), que apresentou um novo projeto, que visa ampliar a faixa de isenção do Imposto de Renda, que tinha sido originalmente proposta pela equipe econômica do governo para ser de até R$ 2, 5 mil para R$ 3,3 mil, o que elevaria a quantidade de pessoas isentas, além da renúncia de arrecadação. Atualmente, a faixa de isenção na tabela vai até R$ 1.903,98.

100 anos do Imposto de Renda

Confira a linha do tempo dos principais acontecimentos do Imposto de Renda desde 1922:

1922

Em 31 de dezembro de 1922, é sancionada a lei 4.625, que institui o Imposto de Renda, pelo então presidente da República, Arthur Bernardes.

1924

É o início da cobrança do Imposto de Renda no Brasil.

1926

Passe a permissão permitida para ser dedução para os usuários.

1932

É instituído que quando o marido e a mulher realiza uma declaração do Imposto de Separado, somente o marido pode colocar o filho como dependente. A regra foi considerada pela Receita Federal como machista e posteriormente foi revogada.

1934

Vigorando até 1364, foi instituída964 para vencimentos de jornalista, escritor e professor.

1941

Com a Lei de Proteção à Família, foi instituído um adicional de imposto de renda para solteiros ou viúvos sem idade com mais de 25 anos de idade, vigorando até 1964.

1942

O contribuinte do Imposto de Renda também teve que arcar com as “Obrigações de Guerra”, fonte de recursos para o Governo Federal financiar materiais de guerra.

1946

Criado o imposto sobre lucro na alienação de imóveis.

1947

Contribuintes que pagassem o valor integral não receberiam ato da entrega da declaraçãoiam desconto de 1% a 5% (até 1975).

1948

Instaurado o abatimento/dedução para despesas médicas.

1962

Instaurada a declaração de bens, que inclui terrenos, veículos, dinheiro, metais preciosos, joias, entre outros.

1963

Entra em vigor uma alíquota maior do Imposto de Renda, de 65% (até 1965).

1968

Constituído o Cartão de Identificação do Contribuinte (CIC), atualmente chamado de Cadastro de Pessoa Física (CPF).

1979

O Imposto de Renda passa a ser o tributo federal que mais arrecadada no Brasil.

1976

Permitida a tributação na alienação de coparticipação societária.

1975

Criada a tributação simplificada para pessoas físicas, que está em vigor até.

1980

O leão passa a ser símbolo do Imposto de Renda.

1982

No exercício de 1982, a teve que ser mais detalhado pelo contribuinte, o que inclui a quantidade de talheres, peças de vestuário, louças, panelas, pratos, calças, meias, sapatos, camisas, móveis, luzes, discotecas, livros e até peças de cama e mesa.

1991

São lançados os primeiros softwares do Imposto de Renda para computador para pessoas físicas e empresas.

1997

Como declarações inicialmente a ser enviadas via internet.

2000

Até então distribuído apenas em disquetes, o programa do Imposto de Renda passa a ser distribuído em CD.

2007

São descobertos pela Receita Federal 5,5 milhões de dependentes fãs mass milhões pelos contribuintes.

2013

Torna-se preenchido e entregue uma declaração do Imposto de Renda possível através de smartphones e tablets.

2015

Última correção da tabela do Imposto de Renda de Pessoa Física.

2016

São obrigados a o CPF das pessoas prestam os seguintes profissionais: médicos, odontólogos, psicólogos, terapeutas ocupacionais, fisioterapeutas e advogados proprietários.

2018

Quem possui criptomoedas passa a ser obrigado a declarar esses ativos.

2019

Passa a ser obrigado a informar o CPF dos dependentes na declaração, independentemente da idade.

2020

É prorrogado o prazo de entrega da declaração, que geralmente termina-se em abril. Em 2020, o prazo se encerrou em junho devido à pandemia de Covid-19.

2021

Ainda devido à pandemia, o prazo da declaração do Imposto de Renda é prorrogado para maio.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então não siga não canal do youtube e em nossas redes sociais, como o o Facebook, Twitter, Contração muscular e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre Bancos digital, cartões de crédito, Financeiro, fintechs e relacionado ao mundo das finanças.

Imagem: Lais Monteiro / Shutterstock.com

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here