Como viajar barato? Cinco dicas online que vão te ajudar | Produtividade

0
76

Viajar barato é uma prioridade para muitas pessoas que planejam roteiros de férias. Para economizar, os viajantes podem recorrer a ferramentas online que comparam preços e trechos de passagens aéreas, como Skyscanner e Google Voos. Sites especializados na busca de hospedagens, como Hotel Urbano e Trivago, também ajuda a encontrar melhores ofertas e gastar menos.

Nesse sentido, outra dica para quem está em busca de casas de opção é viável ou alternativa em soluções como Airbnb, à reserva de quartos de hotel. Para te ajudar a viajar mais e gastar menos, o TechTudo listou cinco dicas online para poupar dinheiro nos seus roteiros nacionais ou internacionais.

Ferramentas online facilitam o planejamento de viagens baratas — Foto: Thaisi Carvalho/TechTudo

1. Use milhas aéreas acumuladas em programas de fidelidade

Companhias aéreas como Latsou, Gol e Azul têm programas de fidelidade que operam aos clientes que utilizam seus serviços. valor da quantidade de pontos acumulados, as milhas podem ser trocadas por passagens aéreas gratuitas ou com grandes de pontos acumulados. Para sabre qual é o seu saldobasta acessar sua conta nestas empresas e conferir o extrato.

Companhias aéreas suportam milhas em programas de fidelidade — Foto: Reprodução/TechTudo

Vale ressurreição que as milhas geralmente possuem dados de nascimento. Então, para a viagem, não garante que o prazo de validade está de acordo com o planejamento de sua viagem. Se você não pretender até a expiração de seus pontos, uma dica é verificar a possibilidade de troca-los por prêmios ou produtos de lojas parceiras.

2. Compare preços de passagens em diferentes plataformas

Outra dica para viajar barato é comparar preços de passagens. Para isso, existem plataformas como o Skyscannerhum buscador de voos que exibe as passagens e as linhas aéreas com base no destino e nas informações informadas pelo cliente. O serviço, que está disponível na web e no aplicativo para celulares Android e Iphone (iOS), não vende passagens — apenas direcionado aos clientes às páginas das companhias aéreas.

Skyscanner ajuda na pesquisa de passagens mais baratas — Foto: Marcel Franco/TechTudo

Na primeira, você pode configurar a página para mostrar os valores mais baratos, ou ainda conferir qual é o mês mais barato para viajar. Também é ter uma visão do mês inteiro possível para saber quando a passagem será menos cara. O Skyscanner também permite procurar aluguel de carro e hotéis.

Outra opção de buscador de passagens aéreas é o Google Voos. A ferramenta usa inteligência artificial para indicar se o valor do bilhete escolhido é realmente mais barato e permite configurar alertas de preço. Na opção “Calendário”, o usuário vê os preços da passagem para o mês inteiro qual é a mais barata. Já o “Gráfico de Preços” exibe como mudanças nos valores ao longo do tempo.

3. Procure de passagens em sites especializados

Existem sites especializados em turismo e promoções de passagens. Na 123 Milhas, por exemplo, você não precisa ter milhas para comprar voos mais em conta. Além disso, a plataforma calcula é o voo mais barato com base no destino, datas, horário, paradas e companhias aéreas qual. A 123 Milhas não realiza marcação de assentos, eo pagamento pode ser feito no próprio buscador ou no site da empresa de voos.

Sites como Decolar facilitam a busca por promoções de passagens — Foto: Reprodução/Decolar.com

O MaxMilhas é outra opção de site que oferece passagens, mais baratas do que o normal de permitirão a por pacotes e hotéis. Uma pessoa das pessoas acumuladas do site é que pode vender ou vender milhas. A venda ocorre de acordo com a modalidade de número de usuários e fidelidade.

Há também o Decolar.comuma agência de viagens que oferece promoções de passagens de avião, hotéis, pacotes de turismo e até de ingressos. Os usuários podem criar um alerta de preço, que será enviado por e-mail quando o valor da passagem aérea estiver mais barato. O site permite ainda a contratação de contratos de viagem e serviços de transferência, bem como aluguel de carros.

4. Encontre hotéis baratos com ajuda de comparadores de preço

Para quem pretende economizar com uma hospedagem, os sites comparados de preços de podem ser bons aliados de planejamento da viagem. O Trivagopor exemplo, permite aos viajantes buscar um destino mais barato e configurar a pesquisa com base em estimativas, tipo de cidade, localização na cidade de destino e valores. O site mostra os valores dos bons e o usuário para o site que faz a reserva da hospedagem.

Outra opção de site que também possui esta funcionalidade é o Hurb – Hotel Urbano, que concentra mais de 400 mil hotéis no mundo. Além de hospedagens, pacotes e resorts, a plataforma também pesquisa por atividades no destino escolhido. As compras de diárias e de pacotes podem ser parceladas em até 12 vezes no cartão de crédito. Se houver um imprevisto, o cancelamento é grátis.

Hotel Urbano é um site que ajuda a encontrar hotéis baratos — Foto: Rodrigo Fernandes/TechTudo

Tanto no aplicativo quanto no site, o Hoteis.com também oferece um serviço de pesquisa de valores mais baratos e de reservas em. Se o cliente é um valor mais barato do que o mostrado na plataforma, poderá receber o reembolso. Isso vale somente se o preço apresentado para diferente, mesmo que o estabelecimento, como dados e o tipo de acomodação são iguais.

Por fim, os viajantes ainda podem utilizar os serviços do Caiaque, um comparador de preços que mostra ofertas de hospedagens. A plataforma, também disponível para celulares Android e Iphone (iOS), ainda trabalha com voos, carros, atividades e pacotes. O site possui uma ferramenta que auxilia no planejamento da viagem e organiza os detalhes da reserva em um itinerário.

5. Prefira alugar casas por temporada a se hospedar em hotéis

Interessados ​​em poupar ainda mais com estadia podem demorar ao aluguel de imóveis por temporada em vez de reservar quartos em hotéis. Com o Airbnb, por exemplo, os clientes podem pesquisar mais baratas em diversos países do mundo. Antes de optar pela plataforma, porém, é seguir algumas dicas importantes para não cair em golpescomo avaliadores, não realiza pagamentos fora do Airbnb e entrar em contato com a empresa caso haja algo de errado.

O Airbnb pode ser ferramenta para gastar menos com estadia na hora de viajar — Foto: Reprodução/TechTudo

Além do Airbnbsites como o TripAdvisor, Casa de família, Alugue Temporada, 9Flats.com, Couchsurfing, Temporada Livre e Booking.com também o aluguel de imóveis por contrato e pode contribuir para viagens mais

Veja também: apresentação do novo fórum TechTudo

Apresentação do novo fórum TechTudo

Apresentação do novo fórum TechTudo

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here