Zema visita Santa Casa de BH e destaca investimentos na área da Saúde

0
34

O governador Romeu Zema visitou a Santa Casa de Belo Horizonte, o maior hospital do SUS no estado e um dos maiores do país, na manhã desta sexta-feira (4 de março).

Acompanhado do secretário de saúde, Fábio Baccheretti, acompanhado do secretário de Estado de Saúde, Fábio Baccheretti, ele visitou a unidade hospitalar, o Centro de Tratamento Intensivo (CTI) pediátrico e pós-operatório e se mediu com e diretoria do hospital em um café da manhã.

Zema destaca os investimentos feitos pelo Governo de Minas na Saúde do Estado e na valorização de unidades hospitalares mais eficientes.

“Estamos ampliando os recursos para a Saúde. Cito o caso passado especificamente de Belo Horizonte, que R$ 266 milhões em 2018, e que, no ano passado, recebeu R$ 81 milhões, um crescimento de 205% no repasse” afirmou.

Em relação à Santa Casa, Zema destacou o aumento da entrega dos valores para a unidade, fortalecendo o atendimento à população.

“Aqui, o repasse era de R$ 13,5 milhões por ano e subiu para R$ 34,7 milhões, aumento de 156%. E isso ocorre em todo o estado. As unidades que têm maior eficiência, a exemplo da Santa Casa, têm sido beneficiadas” Zema, citando a nova política estadual de saúde Valora Minas.

Ópera Mais

O governador visitou a Santa Casa para anunciar o programa Opera Mais, Minas Gerais e a publicação de recursos para aquisição de toógrafos no Estado em dezembro de 2021.

Na ocasião, a Santa Casa recebeu um dos equipamentos. A unidade também recebeu mais recursos para a realização de cirurgias eletivas, representadas em função da pandemia.

Além disso, por meio do programa de otimização de atendimento hospitalar – ProHosp Incentivo, foram repassados ​​para a unidade R$ 9,5 milhões em 2021, referente às competências de janeiro a outubro.

Por fim, o governador detalhou os investimentos realizados na Saúde em Belo Horizonte.

“A capital já receberá R$ 45 milhões do Opera Mais, sendo que R$ 15 milhões foram pagos em dezembro. Além disso, os hospitais da Rede Fhemig, João XXIII, João Paulo II, Júlia Kubitschek e a maternidade Odete Valadares estão concluindo obras que somam R$ 55 milhões. Intervenções que em breves prazos. E o Hospital Eduardo de Menezes terá uma nova sede orçada no valor de 200 milhões, cujo recurso já está garantido. BH também recebeu cinco tomógrafos dos 100 distribuídos em todo o Estado. Um investimento de R$ 7,7 milhões nesse tipo de equipamento na capital”.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here