STF mantém investigação de viagem de Bolsonaro à Rússia no inquérito das fake news – Money Times

0
39

Exatamente por isso, o ministro avaliou como necessária a adoção de medidas para esclarecimento (Imagem: Sputnik/Mikhail Klimentyev/Kremlin via REUTERS)

O ministro faz Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes decidiu manter pedido de investigação da viagem do presidente Jair Bolsonaro uma Rússia sob a alçada do inquérito das notícias falsasque apura a atuação de milícias digitais antidemocráticas.

O ministro informado ainda que a Presidência da República em cinco dias como condições de participação do vereador do Rio de Janeiro Carlos Bolsonarofilho do presidente, comitiva de viagem à Rússia.

A pedido de detalhes como gastos, possíveis de estudos e agenda realizada, além de solicitar à Câmara dos Vereadores do Município do Rio de Janeiro, o mesmo prazo não fornece informações sobre eventual licença oficial do vereador.

De acordo com informações do STF, o ministro simplificado do pedido Procuradoria-Geral da República (PGR) para retirada dos autos desse inquérito, do qual Moraes é o relator.

Ao decidir a viagem comi criminalista sob a investigação, Moraes planejou para o objeto da investigação, que apura como atividades criminosas com “com núcleos de produção, publicação, e político, intenção em busca do Estado Democrático” de Direito, incluído os ataques e ameaças ao sistema brasileiro”, diz nota do STF.

Exatamente por isso, o ministro avaliou como necessária a adoção de medidas para esclarecimento, enquanto a tomada do tema da investigação se levantaria “absolutamente levantadas”.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here