Proteção da Pfizer em criança cai rapidamente para Ômicron, diz estudo

0
54

[ad_1]

Em crianças com idades entre 5 e 11 anos, a eficiência da vacina da Pfizer cai rapidamente contra infecções causadas pela variante Ômicron da Covid-19. No entanto, a aplicação do imunizante continua essencial para evitar casos graves na faixa etária. Os resultados fazem parte de uma pesquisa em pré-print – que ainda precisa passar por revisão – divulgada na segunda-feira (28/2).

De acordo com o Departamento de Saúde de Nova York, que realizou a análise, em crianças menores de 11 anos, a proteção gerada por doses da Pfizer cai de 68% para 12% após um mês. Em relação às hospitalizações, a eficácia cai de 100% para 48%.

Segundo a pesquisa, os resultados realçam a necessidade de estudar e analisar novas dosagens para crianças com idades inferiores a 11 anos. A aplicação indicada é de 10 microgramas. Atualmente, eles recebem uma dose três vezes menor que as pessoas mais velhas.

A eficácia da vacina da Pfizer foi mais duradoura para a faixa etária de 12 a 17 anos, que recebe uma dose normal do imunizante. Um mês após a segunda aplicação, a proteção contra infecções diminuiu de 66% para 51%. Para o mesmo grupo, a eficácia contra hospitalizações foi de 85% para 73%.

“Os dados não são surpreendentes, pois a vacina foi desenvolvida em resposta a uma variante anterior da Covid-19 e a eficácia reduzida de duas doses contra a variante Ômicron foi observada até certo ponto com todas as vacinas e idades”, contou a comissária do Departamento de Saúde do Estado de Nova York, Mary Bassett, em comunicado.

Covid-19: o que você precisa observar na hora de vacinar o seu filho

0

A médica ressaltou que os dados mostram que as vacinas reduzem o risco de doenças mais graves e hospitalização para crianças de 5 a 11 anos e que a adesão à vacinação segue sendo como uma das principais medidas de proteção contra a Covid. A pesquisa foi compartilhada na plataforma medRxiv e ainda precisa passar pela revisão de pares.

O órgão analisou dados do sistema de saúde de Nova York de dezembro até o dia 30 de janeiro de 2022. Ao todo, 365.502 crianças de 5 a 11 anos (23,4%) e 852.384 indivíduos de 12 a 17 anos (62,4%) foram totalmente vacinadas durante o período.

[ad_2]

Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here